Na estreia, limeirense garante pódio no Ironman

Por Daíza Lacerda

No último domingo de maio, a linha de chegada do Ironman Florianópolis coroou não só o fim de 3.800 metros de natação, 180 km de pedalada e 42 km de corrida.

Para o triatleta limeirense Eduardo Pinarel Júnior, foi um resultado melhor do que esperado numa jornada que começou há mais de três anos, quando iniciou os treinos na modalidade.

Aos 24 anos, ele conseguiu lugar no concorrido pódio da categoria, garantindo segundo lugar na principal prova de longa distância no Brasil.

Antes de embarcar para o sul, a expectativa era fazer abaixo de 11 horas, mas fechou em 9:51. Pela distribuição de vagas, não conseguiu o “passaporte” para o mundial, no Havaí. Mas, depois do descanso, recomeça a busca pelo sol em Kona, desta vez em outra categoria, com mais vagas.

Até chegar ao cobiçado troféu de homem de ferro, Eduardo também garantiu pódio em outras disputas de longas distâncias envolvendo as três modalidades.

O salto no rendimento é atestado pelos professores Leandro Negrucci, que o treinou na corrida e natação, e Leandro Malavazi, que o orientou no ciclismo.

Apesar de Eduardo mirar o Ironman desde a incursão no triathlon, segurou a ansiedade pelo conselho dos mais experientes, até ter corpo e mente preparados para o desafio. “São de 9 a 14 treinos semanais, de 3h a 4h por dia, mais os longos de final de semana”, lista Negrucci, sobre a rotina dos seis meses que antecederam a prova.

Ele destaca a competitividade da prova brasileira, que registrou dois recordes e deve atrair ainda mais atletas que buscam tempo e vagas na prova rápida.

Eduardo não tem dúvidas que todo o esforço valeu a pena. “É uma experiência única. Não importa o tempo. E, sem apoio da família, não é possível, por isso agradeço a todos que me apoiaram”.

*** Foto – Mário Roberto/ Gazeta de Limeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *