Chute Inicial e Brasil Soccer são campeões municipais Sub-9 e Sub-11

Por João Vitor Fedato

As finais do Campeonato Municipal de futebol nas categorias Sub-9 e Sub-11 foram disputadas no último dia 8, na Praça de Esportes Eduardo Basso, no Cecap.

Sob a organização da nova diretoria da Liga Desportiva Limeirense, presidida por José Ricardo Vendemiati, o popular Pacote, as decisões foram recheadas de novidades.

Uma delas foi a presença do DJ Japão, famoso por animar a torcida no Ginásio Vô Lucatto, nos já saudosos jogos de basquete da Winner.

A outra ficou por conta da entrega das medalhas, realizada pelos pais dos atletas. Além disso, a entrada de jogadores e árbitros aconteceu ao melhor estilo Champions League.

 

 

No primeiro jogo, Chute Inicial e Thié Sports se enfrentaram pelo título do Sub-9. Dentro de campo, o que se viu foi a escolinha do Corinthians dominar o Thié Sports no primeiro tempo de jogo. Antes de abrir o marcador, o Chute Inicial perdeu duas boas oportunidades. A primeira com Violinha, em chute cruzado. Depois, Gabicoco arriscou de fora, sem direção.

Mas o gol estava amadurecendo. Após arremate de primeira de Violinha, Feleti fez boa defesa para o Thié. Porém, a bola sobrou nos pés de Julio, que não desperdiçou o rebote: 1 a 0.

A única chegada do Thié ao gol de Vitor foi no chute de Dudu, que saiu a esquerda da meta do goleiro corintiano. Com o resultado favorável, o Chute Inicial literalmente tirou o pé no segundo tempo. Mesmo assim, conseguiu o segundo. Gabicoco pegou uma sobra e dá entrada da área, bateu colocado, no cantinho de Feleti, que nada pôde fazer: 2 a 0.

Perdendo por dois gols de diferença, o Thié tentou uma pressão. E conseguiu diminuir quando Vitor desviou cobrança de escanteio. Mas não dava mais tempo. O Chute Inicial venceu por 2 a 1 e conquistou o pentacampeonato municipal da categoria.

O goleiro Vitor, do Chute Inicial, foi o menos vazado, enquanto Pietro, do Brasil Soccer, levou o troféu de artilheiro.

soccer 3

 

soccer 1

No Sub-11 deu Brasil Soccer

Brasil Soccer e Limeira F.C. fizeram uma final mais equilibrada. As duas equipes se alternaram o tempo todo nos momentos ofensivos. Outro duelo particular foi pela artilharia. No Brasil Soccer, Natan buscava se isolar, enquanto no Limeira, o japinha Gabriel Toshio queria garantir o troféu de artilheiro.

Mas quem se saiu bem mesmo no primeiro tempo foi o goleiro Cauã, do Limeira F.C. Ele praticou duas boas intervenções nos chutes de Natan e Eduardo.

Já na segunda etapa, Nikiel bateu falta de longe e acertou o travessão de Cauã, assustando o Limeira F.C. A resposta veio no chute de fora de Jesus, que levou perigo ao arqueiro João.

Sem aproveitamento nas finalizações, a partida terminou mesmo em 0 a 0 e precisou das penalidades máximas para definir o campeão.

O Brasil Soccer abriu a série com Natan convertendo a cobrança. Nikolas fez o mesmo para o Limeira F.C. Nikiel, Eduardo e Vitinho também acertaram suas cobranças pelo Brasil Soccer. Gabriel Toshio e Everson garantiram o Limeira F.C. na disputa.

Mas quando Jesus foi para a batida, João, goleiro do Brasil, se agigantou e defendeu a penalidade do camisa 8. Depois, foi só Juninho converter e sair para o abraço: 5 a 4 para o Brasil Soccer.

Cauã, do Limeira F.C., foi o menos vazado da categoria. Já Gabriel Toshio e Natan terminaram empatados na artilharia e ganharam um troféu cada.

soccer 6

 

soccer 5

 

soccer 4
Fotos – Fernando Carvalho/ Gazeta de Limeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *