Com gol de novato, Inter vence Rio Branco e conhece próximos adversários

 

Por Edmar Ferreira

A Inter poderia escolher um de seus adversários da segunda fase da Copa Paulista. Entre as opções estava o próprio Rio Branco.

Mas o Leão não se importou com a situação do rival. Fez a sua parte e venceu por 3 a 0 no Limeirão, eliminando o Tigre da competição e dando de bandeja a vaga para o Taboão da Serra, que perdeu para o São Paulo por 1 a 0, no Morumbi.

Já classificado e com a primeira colocação do Grupo 2 garantida, o técnico João Vallim pode poupar alguns titulares. Os meninos Kaio e Lucas Mineiro ganharam a primeira chance como titular e corresponderam a altura.

O início leonino foi preocupante, isso porque estava difícil parar o rápido Marcelinho. O atacante do Rio Branco era extremamente perigoso e criou duas ótimas chances. Aos 7, arriscou um chute forte que passou perto da meta de Ferrari. Aos 12, pegou de sem pulo da entrada da área, mas o arqueiro leonino, que pela segunda vez foi titular, praticou excelente defesa.

A primeira chance real de gol da Inter surgiu aos 14 minutos, quando Wesley tabelou com Tom, desceu em velocidade pela esquerda e cruzou rasteiro para Lucas Mineiro, que nervoso, desperdiçou uma grande oportunidade.

Aos 22, de novo Lucas Mineiro. O menino seguia intranquilo e poderia ter marcado, quando recebeu um passe açucarado de Tom na grande área, mas demorou demais para finalizar, sendo desarmado.

A bola procurava o novato. Aos 37, Lucas Mineiro recebeu na área, girou e bateu por cima do gol, ganhando aplausos da torcida.

O Rio Branco voltou a assustar apenas aos 42, quando Lucas Duni, que substituía ao titular Affonso lesionado, chutou na entrada da área e Ferrari segurou mais uma.

Quando o São Paulo abriu o placar diante do Taboão da Serra e o Desportivo Brasil fez 2 a 0 no Audax, em Osasco, o empate já servia ao Rio Branco.

Mas o Tigre não esperava pelo volume de jogo leonino na etapa complementar. Foi um rolo compressor para cima do rival, que na história havia rebaixado a Inter para a Série A-2 em 2005, no último ano que disputou a divisão de elite.

tigre 6

 

Atropelo

Mas a história do jogo poderia ser outra. Logo aos 2 minutos, o volante Marquinhos tentou atravessar um passe para Kaio na esquerda, mas Marcelinho interceptou e desceu livre. O atacante foi desarmado quando faria o gol pelo próprio Kaio, que foi limpo na jogada, em plena recuperação. Aos 3, o volante Samuel arriscou de longe e tirou tinta da trave de Ferrari.

Aos 9 minutos, o placar, enfim, foi aberto. Na descida de Kaio pela esquerda, o cruzamento encontrou a cabeça de Tom na pequena área, após falha de marcação do visitante: 1 a 0.

Foi o 15º gol do “barba assassina” em 36 jogos pela Inter. O atacante passa a ser o 33º maior artilheiro da história do clube, igualando a Claudinho, Beto e Sérgio Moraes. É também o 18º artilheiro do Limeirão com 9 gols, igualando a Lucas Biselli.

O gol desmontou o Rio Branco, que sofreu o segundo três minutos depois. Lucas Mineiro aproveitou uma sobra na área e tocou de lado para Moisés, que levantou para a área. O lateral Pablo afastou mal e a bola sobrou na marca do pênalti para Wesley, que encheu o pé, marcando um bonito gol: 2 a 0. Foi seu 12º gol em 42 jogos pela Veterana.

O Tigre literalmente se entregou em campo. Sabia que seria quase impossível ter forças para empatar e avançar de fase. Para piorar a situação, ainda sofreu o terceiro gol. Na descida de Michel pela direita, o ala cruzou para Moisés, que inteligentemente serviu Lucas Mineiro pela esquerda. Com muita personalidade, o atacante bateu de chapa, vencendo o goleiro Neto: 3 a 0. Muita emoção do garoto, que estava com toda sua família na arquibancada.

E só não virou goleada, porque aos 35 minutos, Moisés, na pequena área, mandou por cima, perdendo um gol feito. O Tigre ainda teve uma bola na trave em uma cobrança de falta de Tremonte.

A Inter foi aplaudida pela torcida – que compareceu em pequeno número – e João Vallim teve novamente seu nome gritado. Foi a nona partida sem derrota. O último tropeço alvinegro aconteceu no dia 15 de julho para o Desportivo Brasil, em Porto Feliz, por 2 a 1.

Leão enfrentará na próxima fase Ferroviária, Água Santa e Taboão da Serra pelo Grupo 5. Federação Paulista de Futebol divulgará hoje à tarde a tabela da segunda fase, mas provavelmente o jogo de estreia será no sábado, às 15h, em Taboão da Serra.

O Grupo 4 terá: XV de Piracicaba, Portuguesa, São Paulo e Linense.

O Grupo 6 será formado por São Caetano, Desportivo Brasil, Mirassol e Santos.

Ficha Técnica

Internacional 3 x 0 Rio Branco

Gols – Tom aos 9, Wesley aos 12 e Lucas Mineiro aos 24 minutos do 2º tempo
Local – Limeirão
Árbitro – Rafael Gomes Félix da Silva
Auxiliares – Rafael Tadeu Alves de Souza e William Trufelli Malaquias

Público – 472 pagantes

Renda – R$ 6.670,00
Internacional – Ferrari; Michel, Balardim, Nikão e Kaio (Malcoon); Marquinhos, Teco (Luís Roberto) e Moisés (Calixto); Tom, Lucas Mineiro e Wesley. Técnico – João Vallim.
Rio Branco – Neto; Higor, Bernardi, Rufino e Pablo; Samuel, Cesinha e Tremonte e Franck (Ronielle); Marcelinho e Lucas Duni (Thiago Nunes). Técnico – Edson Vieira.
Ocorrências – cartões amarelos para Kaio (IN) e Higor (RB)

*** Fotos – João Vitor Fedato

3 comentários em “Com gol de novato, Inter vence Rio Branco e conhece próximos adversários

  • 17 de setembro de 2017 a 21:22
    Permalink

    Olá Edmar Ferreira!!!

    Em primeiro lugar, gostaria de dizer que sou seu assíduo ouvinte pela Educadora/Gazeta de Limeira, curto muito os seus “PIMBAS” e respeito demais o seu trabalho e gosto muito do modo que você narra/torce ou torce/narra.

    Também Queria agradecer pelo jogo de hoje, (Inter 3 x 0 Rio Branco), cujo resultado, pôs o meu querido Cão Pastor na 2ª fase da Copa Paulista, apesar de termos perdido um jogo equilibrado, no Morumbi, diante do forte time do São Paulo, (1 x 0), a goleada do Leão sobre o Tigre nos colocou lá.

    Agora, não poderia deixar de te dizer respeitosamente; da minha surpresa, quanto a sua atitude durante a narração de hoje; logo você, que é um homem de extrema educação, com o de regra toda a equipe esportiva da rádio; eu não esperava os comentário que ouvi na estação.

    Devo reconhecer que o Canil do Cão Pastor, está longe de ser um Major José Levy Sobrinho; não é; ao contrário é acanhado e o clube não tem a mesma tradição de uma A. A. Internacional, grande Campeã Paulista de 1986.

    Defendo o direito de vocês não se sentirem bem nas precárias instalações do nosso estádio, pois como representantes de um time que já frequentou a Série A, e que por merecimento próprio trilha o caminho de volta, vocês devem conhecer os melhores estádios do estado de São Paulo e do país.

    Porém, criticar abertamente o estádio e nas entrelinhas a própria cidade, num microfone tão poderoso como o da Educadora 1020 AM, beira a falta de ética; por que não é só o torcedor da Inter e nem só a cidade de Limeira, que sintoniza esta potente emissora, varias cidades desta região e de fora dela, inclusive Taboão da Serra e São Paulo, ouvem a excelente programação de vocês.

    E muito comum, uma pessoa visitar a casa de um amigo ou conhecido e não gostar do ambiente, mais isso dá o direito dela sair pela vizinhança espinafrando a casa e a pessoa???

    Como disse lá atrás, defendo o direito de vocês não gostarem do Estádio Municipal José Feres, (o Canil do Cão Pastor), que realmente é precário, mas não me consta que vocês foram maltratados ou desrespeitados aqui.

    Sempre enfatizando o respeito que tenho por vocês; mas se a equipe se sente tão mal assim, aqui; resta sempre a opção de não comparecerem; ao invés de depois
    detratarem o estádio e a cidade num veiculo tão poderoso quanto esta emissora.

    Prefiro acreditar, que esse episódio aconteceu por um infeliz deslize; continuarei respeitando os profissionais e acompanhando programação da Educadora de Limeira e simpatizando com a nossa Brava Internacional. mas não poderia deixar de fazer este protesto em defesa do meu clube e da minha cidade; um forte Abraço a todos!!!

    http://www.blogvalentecaopastor.blogspot.com

    Responder
    • 17 de setembro de 2017 a 21:34
      Permalink

      Boa noite…em primeiro lugar, obrigado mesmo pelos elogios….fico lisongeado…Segundo, peço um trilhão de desculpas….não foi essa a minha intenção de verdade…é que a gente sempre fala das aranhas que nos assustam e do pouco espaço para trabalhar…visão terrível e serviço de som alto demais…mas em nenhum momento criticamos o Taboão da Serra ou sua administração, pelo contrário, sempre enaltecemos….sempre fomos muito bem tratados aí…tenho um enorme prazer de ir a Taboão…não me leva a mal mesmo amigo….é que nossa equipe é séria, mas tem suas brincadeiras…..Minhas sinceras desculpas!

      Responder
  • 17 de setembro de 2017 a 23:00
    Permalink

    Imagina; Esse é o Edmar Ferreira, que eu admiro; serão sempre bem vindos a nossa cidade, quanto as críticas elas são procedentes e eu que passo pelos mesmos problemas espero que a situação melhore urgentemente por respeito aos profissionais locais e visitantes.

    Reitero os meus respeitos e admiração; forte abraço!!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *