Defesa da Inter de Limeira bate recorde histórico

Por Edmar Ferreira

A atual defesa da Internacional acaba de entrar para a história do clube. Pela primeira vez, desde 1976 quando o Limeirão foi inaugurado, o Leão não ficava seis partidas seguidas sem sofrer gol no estádio.

Em cinco ocasiões, a Inter permaneceu cinco jogos sem ser vazada em casa, mas seis vezes foi a primeira vez. E olha que a Veterana já disputou 776 jogos no Major Levy, com 367 vitórias, 221 empates e 188 derrotas. Foram 1.048 gols marcados e 726 sofridos.

O último gol sofrido em Limeira foi no dia 19 de julho, na goleada aplicada sobre o Taboão da Serra por 4 a 2. Acosta marcou para os visitantes aos 36 minutos do 2º tempo.

De lá para cá o time de João Vallim não sofreu gol do São Paulo (1 x 0), Atibaia (1 x 0), Desportivo Brasil (2 x 0), Rio Branco (3 x 0), Água Santa (1 x 0) e Ferroviária (0 x 0). Já são 549 minutos.

Os goleiros Rafael Pin, Moisés e Ferrari, os laterais Vinícius Pedalada, Michel, Calixto e Malcoon e os zagueiros Balardim, Carlão, Nikão e Diego Baiano podem colocar essa marca no currículo.

Vallim fazendo história

João Vallim agora é o quarto técnico com mais jogos pela Internacional. No empate sem gols diante da Ferroviária, o treinador completou 52 partidas (29 vitórias, 11 empates e 12 derrotas) e desta forma, empatou com Lelo (19 vitórias, 16 empates e 17 derrotas).

Vallim está atrás apenas de Pepe, com 119 jogos, Levir Culpi com 82 e Sérgio Clérice com 62.
O empate contra o time de Araraquara não estava nos planos, muito menos a goleada do Taboão da Serra sobre o Água Santa por 4 a 1. Amanhã, a Inter faz um jogo decisivo contra o Água Santa, às 15h, em Diadema. No mesmo horário tem Taboão da Serra x Ferroviária.

Já no domingo às 10h, pela última rodada desta fase, a Inter recebe o Taboão da Serra, enquanto o Água Santa vai a Araraquara pegar a Ferrinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *