Na coluna Pimba, uma análise da campanha inicial da Inter na Série A-2

Se a gente analisar friamente a campanha inicial da Inter nesta Série A-2 ela pode ser considerada positiva. Veja bem, em casa foram três jogos e três vitórias. E fora de casa, que é natural você perder, até pelo nível alto da competição, foram duas derrotas e um empate.

———————————

Se o aproveitamento atual de 55,6% for mantido até o fim, a Inter não disputará as duas vagas de acesso, mas permanecerá na divisão para 2019. Para sonhar com a elite, o Leão terá que seguir vencendo em casa e recuperar os pontos perdidos fora de casa, nas partidas em Penápolis, Sertãozinho, Rio Claro e Diadema.

———————————

Diante do Nacional, a Inter completou 16 jogos de invencibilidade no Limeirão. São 11 vitórias e 5 empates. Em 1989, como noticiamos durante a semana, Leão ficou 24 jogos sem derrota em casa.

———————————

Matando saudade, Lucas Douglas esteve terça-feira no Limeirão. E recebeu o carinho de todo mundo, afinal de contas, contribuiu e muito para que a Inter estivesse na Copa do Brasil. O que ele mais ouviu foi: “volta pra cá”. O atacante está no Rio Claro.

———————————

Emocionante. Não existe outra palavra para descrever a visita do pequeno Victor Santos, deficiente visual, ao Limeirão na sexta-feira. Foi levado ao Memorial da Inter, tocou no troféu de campeão paulista de 1986 e ganhou uma camisa. Durante o jogo ficou nas tribunas com sua mãe Giovana e no final deu um show na Rádio Educadora. Esse menino vale ouro.

———————————

Quando a gente vê os times reclamando do desgaste pelo calendário apertado, geralmente não damos muita bola. Mas veja o exemplo do Oeste, que é o melhor da Série A-2. O time jogou em Brasília pela Copa do Brasil na terça-feira e na sexta recebeu o Penapolense. Resultado: derrota por 3 a 1.

———————————

Pequinha está chateado. Ainda não recebeu o troféu de artilheiro do último Campeonato de Veteranos, quando marcou 14 gols pelo campeão Fazendinha. O goleador deixou até um espaço reservado em seu bar, o Terceiro Tempo.

———————————

Espetacular a atitude de Paulo Roberto dos Santos, técnico do São Bento. Na coletiva de imprensa após o empate por 2 a 2 com o Linense pelo Paulistão, ele fez um minuto de silêncio pela demissão de Oswaldo de Oliveira no Atlético/MG. Cena inusitada, que repercutiu bastante.

———————————

Bruna Marquezine revelou que deu um par de meia colorida de presente para Neymar. O que?

———————————

Renato Lamas, sétimo maior cestinha da história da Winner/Limeira com 2.473 pontos, pode ser o responsável pela volta do basquete de Ribeirão Preto. Ele iniciou o projeto na cidade que no passado teve o COC como grande campeão.

———————————

Amanhã é aniversário de Guilherme Guido, maior nadador de Limeira na história. O atleta segue sua preparação para a Olimpíada de Tóquio. No dia 24 de março ele organiza mais um evento no Gran São João, com a presença de muitas feras, entre elas Poliana Okimoto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *