Inter completa 200 derrotas no século 21

Por Edmar Ferreira

A Internacional não consegue mais encontrar o caminho das vitórias. Sábado no Schmidtão, o Leão perdeu sua quinta partida consecutiva ao ser derrotado pelo Rio Claro por 3 a 1, outra vez de virada.

Este tropeço acabou com qualquer possibilidade de classificação para as semifinais da Série A-2. O único objetivo a partir de agora, é permanecer na divisão. A Inter precisa de pelo menos mais três pontos para se garantir, sem precisar depender de outros resultados.

Restam três rodadas para o término do Campeonato Paulista. Serão dois jogos seguidos no Limeirão contra Taubaté, sábado às 17h e São Bernardo, dia 21 (quarta-feira), às 20h. Na última rodada vai a Diadema enfrentar o Água Santa.

A derrota para o Guarani por 2 a 1, no meio de semana, no Limeirão, foi a de número 200 da Internacional neste Século 21. Setenta times diferentes venceram a Veterana pelo menos uma vez neste período.

Agora o retrospecto neste século é de 514 jogos, com 188 vitórias, 125 empates e 201 derrotas. O Leão marcou 660 gols e sofreu 695. Dos 1.542 pontos que disputou neste período, conquistou 689, um aproveitamento de 44,6%.

Ou seja, a Inter mais perdeu do que ganhou nesses últimos 17 anos e sofreu mais gols do que propriamente marcou.

O Juventus foi o time que mais venceu a Inter neste século 21, com nove vitórias. A última foi na atual Série A-2: 2 x 1 na Rua Javari. O XV de Piracicaba, que bateu a Inter por 3 a 1 no Barão também na atual A-2, é o segundo maior algoz com oito vitórias.

Cinco seguida

Fazia cinco anos que a Internacional não perdia cinco partidas consecutivas. A última vez foi entre o final da Série A-3 de 2012 e o início da mesma divisão em 2013. F

oram seis derrotas na sequência naquele período, sendo duas em casa para Rio Branco (1 x 0) e Flamengo de Guarulhos (2 x 0) e quatro fora diante de Capivariano (2 x 0), Sertãozinho (3 x 1), Marília (2 x 1) e Batatais (1 x 0).

chico macaco

 

As 201 derrotas da Inter no Século 21:

9 derrotas – Juventus

8 derrotas – XV de Piracicaba

7 derrotas – Flamengo de Guarulhos e União São João

6 derrotas – Independente, Nacional, Osasco, Rio Branco, União Barbarense e XV de Jaú

5 derrotas – Atlético de Sorocaba, Ponte Preta, Santos e Taubaté

4 derrotas – Mogi Mirim, Portuguesa Santista, Rio Preto e Taboão da Serra

3 derrotas – América, Botafogo, Grêmio Barueri, Ituano, Itapirense, Marília, Noroeste, Olímpia, Paulista, São Caetano, Santo André, São Paulo, Sertãozinho, São Bento, São José e Votuporanguense

2 derrotas – Batatais, Corinthians, Capivariano, Desportivo Brasil, Guarani, Guaçuano, Matonense, Monte Azul, Oeste, Rio Claro, Santacruzense, São Carlos, Taquaritinga e Velo Clube

1 derrota – Atibaia, Brasilis, Bandeirante, Campinas, Comercial, Catanduvense, Francana, Fernandópolis, Guaratinguetá, Novorizontino, Osvaldo Cruz, Pão de Açúcar, Palmeiras, Penapolense, Palmeiras B, Primeira Camisa, Paulínia, Red Bull, SEV/Hortolândia, São Bernardo, São José FC e União Bandeirante/PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *