Melhores momentos do título conquistado pelo Santa Cruz na Copa João Ferraz

Por Edmar Ferreira

O Santa Cruz conquistou de forma merecida o título da Copa João Ferraz, torneio que antecede o Campeonato Amador e homenageia o nosso eterno ex-jogador e comentarista esportivo.

Na final disputada na Praça de Esportes do Jardim São Paulo, o time comandado pelo técnico Betinho venceu o Cincofer por 3 a 1.

joao ferraz 6

Foi uma decisão eletrizante. O time de Cordeirópolis, que havia eliminado o favorito Estoril, fez um bom primeiro tempo, dominando as ações.

Aos 18 minutos, teve a grande chance de abrir o placar com João Paulo, que recebeu cruzamento perfeito de Gabriel pela esquerda e sozinho na pequena área, finalizou para fora.

Aos 41, Nardoni fez uma defesa espetacular no chute de Marco Antônio, evitando o gol. No minuto seguinte, praticou um verdadeiro milagre na batida do lateral Matheus, na entrada da área.

O time da Vila Queiroz equilibrou as ações na etapa complementar. Mas antes disso, aos 4, o bom meia Gabriel, do Cincofer, mandou um pombo sem asa de fora da área, que explodiu na trave do Santa Cruz.

Até que aos 6 minutos, Bahia deu uma assistência perfeita para Caio. O Tanque de Guerra invadiu a área pela esquerda e executou Otávio para fazer 1 a 0 para o time da casa, do presidente Chicão.

No minuto seguinte foi a vez do goleiro Otávio praticar um milagre ao evitar o segundo gol de Caio. E o chute foi cara a cara.

O placar só não foi mais elástico para o Santa Cruz porque Kelson perdeu vários gols, alguns deles inacreditavelmente. A situação do Cincofer se complicou com a expulsão do atacante João Paulo por reclamação.

Mesmo assim, quase chegou ao empate, quando o volante Henrique disparou um tubaço de fora da área, acertando o travessão de Nardoni.

Aos 38, Maicon foi lançado na esquerda e o lateral Matheus entrou no carrinho. O árbitro Ademir Aragão marcou a penalidade máxima. Os jogadores do Cincofer reclamaram bastante. Kelson acertou o ângulo, ampliando para 2 a 0.

Mas o time do técnico Cidão não se entregou e mesmo com 10, aos 41 minutos, Naldinho cruzou da esquerda e o volante Erivelton marcou contra: 2 x 1. Porém o golpe de misericórdia veio nos acréscimos. Léozinho, que tinha acabado de entrar na partida, marcou um gol de placa, deitando o zagueiro rival na área com dois cortes seguidos: 3 x 1.

joao ferraz 1

 

joao ferraz 3

O Centro Rural, que foi eliminado nas semifinais pelo Santa Cruz, nos pênaltis, terminou em terceiro lugar. Diego Carioca, do Centro Rural, foi o artilheiro com 7 gols. Seu companheiro de time Ari foi o goleiro menos vazado com apenas um gol sofrido.

joao ferraz 5

Santa Cruz 3 x 1 Cincofer

Gols – Caio Tanque de Guerra aos 6, Kelson (de pênalti) aos 38 e Léozinho (SC) aos 49 minutos do 2º tempo; Erivelton (contra) aos 41 minutos do 2º tempo (CIN)
Local – Praça de Esportes João Batista Ferraz, no Jardim São Paulo
Árbitro – Ademir Aragão
Auxiliares – Marcelo Ferreira da Silva e Julio Cesar Schultz
Santa Cruz – Nardoni; Zóio, Renan, Zé Carlos (Flávio) e Jonata (Charles) (Maicon); Erivelton, Walker, Bahia e Felipe (Léozinho); Kelson e Caio Tanque de Guerra (João Vitor). Técnico – Betinho.
Cincofer – Otávio; Gabriel, Vinícius Bigatto (Gegê), Rafael e Matheus; Paulinho, Henrique, Rômulo (Vilmar) e Fu (Naldinho); Marco Antônio e João Paulo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *