Independente goleia Sãocarlense no Pradão e embala na Segundona

Por Edmar Ferreira

Um início fulminante e arrasador. Foi desta forma que o Independente goleou o Grêmio Sãocarlense, sábado no Pradão, por 4 a 1, pela 6ª rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O Galo subiu para a 5ª colocação do Grupo 3, com 7 pontos.

Logo no primeiro minuto, após escanteio cobrado pela esquerda, o zagueiro Lucas Ambiel resvalou de cabeça e a bola encontrou o baixinho Pedrinho, que só teve o trabalho de completar na segunda trave: 1 a 0.

E dois minutos depois, em um contra-ataque bem executado pelo meio, o centroavante Diogo deixou Pedrinho em ótimas condições de marcar. O meia ajeitou na entrada da área e mandou de perna esquerda, no cantinho de Gabriel Silva: 2 x 0.

pedrinho capa

Parecia que o Independente aplicaria a maior goleada de sua história. Mas não foi bem assim. Aos 17 minutos, em um lançamento longo para a área, o meia João Paulo dominou e no momento da finalização, foi atropelado pelo zagueiro Caio Senna. Pênalti bem marcado pelo árbitro João Vitor Gobi. Caio cobrou com extrema categoria, descontando: 2 x 1.

Aos 25, em cobrança de falta de João Paulo, a torcida galista chegou a gritar gol. Isso porque a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Até que aos 27 minutos, Pedrinho serviu Denis Nunes pela ponta-direita. O cruzamento rasteiro encontrou João Paulo, que encheu o pé para marcar um golaço: 3 x 1. O gol deu uma tranquilizada na partida.

Vem o segundo tempo e com ele a escapada de Denis Nunes pela direita. O cruzamento veio na medida para Diogo, que pegou de voleio. A bola raspou a trave de Gabriel Silva.

A entrada de Mauro Vitor deixou o Sãocarlense mais aceso no jogo. O clone do atacante Neílton, do Vitória, deu um enorme trabalho à defesa alvinegra. Aos 15, ele experimentou de fora da área para a boa defesa de Igor.

O técnico Anderson Rocha também mexeu e colocou Marcinho em campo. Aos 27 minutos, o reserva de luxo fez jogada individual pela direita e rolou para o chute forte de Denis Nunes. A bola passou perto.
Aos 29 minutos, o Sãocarlense perdeu a grande oportunidade de marcar o segundo gol para colocar fogo na partida. Thiago recebeu na área e mandou por cima do gol.

O golpe de misericórdia do Independente veio aos 39 minutos. Matheus Talisca, que tinha acabado de entrar na partida, recebeu pela meia-direita e mandou cruzado, sem chances para o goleiro: 4 x 1, placar final.

Embalado pela segunda vitória consecutiva, o Independente volta à campo no próximo domingo, às 10h, contra o Jaguariúna, fora de casa. O adversário galista está em sétimo lugar, com apenas três pontos ganhos.

Situação

Demais resultados da 6ª rodada: Comercial 5 x 1 Brasilis, XV de Jaú 1 x 1 Itapirense e Francana 2 x 0 Jaguariúna.

A classificação está assim: 1) Comercial e Itapirense 14, 3) Francana 10, 4) XV de Jaú 9, 5) Independente 7, 6) Brasilis 4, 7) Jaguariúna 3 e 8) Sãocarlense 0.

Na próxima rodada: Jaguariúna x Independente, Itapirense x Francana, Brasilis x XV de Jaú e Sãocarlense x Comercial.

Ficha Técnica

Independente 4 x 1 Sãocarlense

Gols – Pedrinho a 1 e aos 3 e João Paulo aos 27 minutos do 1º tempo, além de Matheus Talisca aos 39 do 2º tempo (IN); Caio, de pênalti, aos 17 do 1º tempo (SC)
Local – Pradão
Árbitro – João Vitor Gobi
Auxiliares – Risser Jarussi Corrêa e Alex Alexandrino
Público e renda – não divulgados
Independente – Igor; Giovani, Lucas Ambiel, Caio Senna e João Paulo; Pedro Henrique, Gustavo, Pedrinho (Matheus Talisca) e Denis Nunes; Diogo (Lucas Pezão) e Igor (Marcinho). Técnico – Anderson Rocha.
Sãocarlense – Gabriel Silva; Douglas, Rafão, Luciano e Alexandre; Lucas (Mauro Vitor), Felipe, Cauã e João Paulo (Lucas); Guilherme e Caio (Thiago). Técnico – Jhonatan Silva.
Ocorrências – cartões amarelos para Caio Senna e Gustavo (IN); Mauro Vitor (SC).

*** Foto – Felipe Calicchio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *