Série Copa: Depois dos 7 a 1, Alemanha também quer ser pentacampeã

Por Marcos Paulino

Depois do Maracanaço, quando o Brasil perdeu a decisão da Copa do Mundo de 1950 para o Uruguai, em pleno Maracanã, parecia que o futebol canarinho nunca mais viveria um drama dessa proporção.
Mas aí veio a Copa de 2014 para mostrar que os brasileiros são de fato ótimos anfitriões… Para os adversários.

Qual torcedor verde-amarelo não se lembra dos 7 a 1 que os alemães nos aplicaram na semifinal disputada em Belo Horizonte em 8 de julho daquele ano?

Se essa goleada, que passou a dividir com o Maracanaço as lembranças mais doídas do nosso futebol, vai nos envergonhar pelos anos afora, a história dos confrontos em Brasil e Alemanha mostra um retrospecto amplamente favorável à seleção de camisas amarelas.

Em 23 jogos disputados até hoje, foram 13 vitórias brasileiras, contra cinco alemãs e cinco empates.
Logo na primeira partida, um amistoso em 5 de maio de 1963, em Hamburgo, contra a então Alemanha Ocidental, o Brasil fez 2 a 1.

No primeiro duelo em competições oficiais, na Copa de Ouro dos Campeões Mundiais, mais conhecida como Mundialito, promovida pela Fifa em 1981, no Uruguai, o Brasil também levou a melhor: 4 a 1.

Em edições da Copa das Confederações, mas duas vitórias brasileiras: 4 a 0 em 1999, no México, e 3 a 2 em 2005, em plena Alemanha. E na Copa do Mundo de 2002, Brasil e Alemanha decidiram a final em Yokohama, no Japão. Dois gols de Ronaldo deram o quinto título mundial aos brasileiros.

alemanha 5

Potência com mais de 82 milhões de habitantes, a Alemanha tem uma história riquíssima. O país, que soube se reerguer e se fortalecer após grandes derrotas em guerras, esteve dividido em “Alemanha Ocidental” e “Alemanha Oriental” entre 1945 e 1990, ano em que ocorreu a reunificação.

Desde então, a Alemanha se estabeleceu como a maior economia da Europa, oferecendo à sua população uma das melhores qualidades de vida do mundo.

Destaque nas mais variadas modalidades esportivas, a Alemanha tem no futebol sua maior paixão. Atual campeã mundial, sua seleção chegou a oito finais de Copas do Mundo, levantando o título em quatro delas. Sem dúvida, na Copa da Rússia, os germânicos são grandes candidatos a se tornarem, assim como o Brasil, pentacampeões mundiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *