Santa Cruz goleia Classe A e conquista a Copa dos Campeões do Amador

Por Edmar Ferreira

Cinco gols. Todos eles no segundo tempo. Assim foi a vitória do Santa Cruz sobre o Classe A por 4 a 1, na Praça de Esportes João Ferraz, no Jardim São Paulo. Com a goleada, o time comandado pelo técnico Betinho conquistou o título da 1ª Copa dos Campeões do Amador.

A competição foi criada pela Secretaria Municipal de Esportes, através de Luiz Augusto Zanon, e reuniu os campeões da Copa Amizade (Nova Itália), Copa João Ferraz (Santa Cruz), Copa Limeira (Salvador), Copa Cecap (Classe A) e Taça Limeirenses (Botafogo).

Após um primeiro tempo equilibrado e com o placar de 0 a 0, o Santa Cruz abriu o placar aos 9 minutos. No cruzamento de Zóio pela direita, Fernandinho, escolhido o melhor jogador em campo, completou na segunda trave.

Dois minutos depois, Caio Tanque de Guerra, que tinha entrado no intervalo, deixou Gilberto em ótimas condições de marcar: 2 a 0. O terceiro só não surgiu aos 29 minutos, porque o mesmo Caio perdeu um gol feito, após finalizar para fora um cruzamento de Fernandinho.

Mas o time de Betinho ficou com 10 após a expulsão de Lano. O volante já tinha recebido o cartão amarelo e cometeu uma falta dura em Vinícius.

O Classe A descontou aos 31 minutos, quando Cebola tentou cruzar e a curva da bola entrou no ângulo de Nardoni: 2 x 1. Só que a reação parou por aí. Caio Tanque de Guerra foi lançado pela direita e a defesa parou pedindo impedimento. O auxiliar Renato Hansen deu condição legal. O artilheiro foi derrubado na área após cortar o zagueiro. Pênalti bem marcado por Gilmar Rodrigues, o Viola. O próprio Caio bateu forte, no canto esquerdo de Thiago: 3 x 1.

O Classe A sentiu o gol e sofreu o quarto, quando o volante Walker recebeu na área, deu um drible desconcertante em seu marcador e mandou no cantinho de Thiago: 4 x 1.

Nos acréscimos, Americano, uma das novidades do Classe A na final, recebeu o cartão vermelho por atingir o volante Erivélton sem bola.

santa campeao 3

O Santa Cruz teve o retrospecto de quatro vitórias (3 x 0 Salvador, 2 x 1 Botafogo, 1 x 0 Classe A e 4 x 1 Classe A) e uma única derrota: 2 x 0 Nova Itália, na estreia.

O Santa Cruz foi campeão com: Nardoni; Zóio (Johnny), Renan, Zé Carlos e Flávio; Lano, Erivélton, Walker e Caio (Gilberto); Kelson (Caio Tanque de Guerra) e Fernandinho. Técnico – Betinho.

O Classe A perdeu com: Thiago; Jean, Alex, Moraes e Delson (Dinho); Vinícius, Ricardo, Ronei (Rodriguinho) e Liu (Cebola); Americano e Rato. Técnico – Fernandinho.

santa campeao 2

*** Fotos – Fernando Carvalho

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *