Einstein inaugura espaço Diego Hypolito

 

Por Edmar Ferreira

Emoção e lágrimas. Uma tarde que dificilmente será esquecida por Diego Hypolito. Acostumado a inúmeras conquistas, o ginasta se rendeu as homenagens que recebeu ontem à tarde na Faculdade Einstein

hypolito 04

Para começar, o atleta esperava receber apenas uma placa do coordenador João Evangelista Macário, seu conterrâneo e amigo de Santo André, por estar visitando Limeira pela quarta vez.

Mas Diego foi surpreendido e deu o nome a uma sala pedagógica, voltada para aulas de ginástica, artes marciais, lazer e recreação. Mas as homenagens não pararam por aí. Os alunos tocaram flauta e cantaram músicas relacionadas ao Brasil para o nosso grande campeão. O homenageado ainda que teve seu rosto pintado em uma enorme parede e fez questão de autografar.

hypolito 02

 

hypolito 01

Acompanhado de sua mãe Geni, Hypólito se emocionou muito, principalmente quando as crianças começaram a gritar em coro o seu nome.

hypolito 03

“Sempre que venho a Limeira sou bem recebido. Queria agradecer o enorme carinho que vocês sempre tiveram comigo. Que vocês sempre respeitem os professores e que utilizem esse espaço da melhor forma possível. Estou muito feliz com essa homenagem. Comecei bem pequeno no esporte, como vocês e hoje graças a Deus sou um medalhista olímpico. Obrigado a doutora Silvia e ao coordenador Macário pela homenagem. Me sinto muito bem aqui”, comentou.

hypolito 05

Para completar, Diego atendeu a imprensa presente, em especial a Segunda Esportiva da TV Jornal. Além de reforçar a gratidão pela homenagem recebida, o ginasta falou da emoção em conquistar a medalha de prata nos Jogos Olímpicos do Brasil em 2016.

hypolito 07

Depois de falhar em Pequim, quando era o grande favorito e cair em Londres, Diego brilhou no Brasil aos 30 anos de idade, conquistando a prata diante de sua torcida, que vibrou com seu feito. Superou o japonês Kenzo Shirai e ficou atrás apenas do britânico Max Whitlock. Em terceiro ficou o também brasileiro Arthur Nory.

hypolito 06

E não pense você que o atleta se aposentou. Ele garantiu que está treinando muito para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão. “Estarei com 34 anos e muito mais preparado. Claro que toda aquela carga que eu carregava por não ser um medalhista olímpico foi embora. Vou mais tranquilo, sem aquela pressão. Espero conquistar mais um pódio”, completou Hypolito, que também é bicampeão olímpico.

Entrevista para a Segunda Esportiva da TV Jornal

hypolito 08

 

hypolito 09

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *