Palmeiras precisa vencer no Mineirão

O Palmeiras terá que mostrar seu poderio ofensivo como visitante para garantir uma vaga na final da Copa do Brasil. O Verdão enfrenta o Cruzeiro, às 21h45, no Mineirão e terá que vencer, pois perdeu o jogo de ida por 1 a 0, no Allianz Parque, gol de Barcos.

O time mineiro necessita apenas do empate para garantir a classificação para a final. Já o Verdão terá que vencer por um gol de vantagem para levar a decisão para os pênaltis, ou dois ou mais gols de diferença para garantir a classificação direta. Feito raríssimo na história do confronto: aconteceu apenas uma vez, em 1930: 4 x 2. De lá para cá, foram apenas mais sete triunfos palmeirenses na casa do Cruzeiro, todos pela diferença mínima.

A última vitória do Palmeiras sobre o Cruzeiro foi em 2015, pela Copa do Brasil. Na ocasião, o Verdão venceu o confronto por 3 a 2, em pleno Mineirão. O Cruzeiro está invicto no confronto há três anos (nove jogos, com quatro vitórias e cinco empates).

O Cruzeiro venceu 33 confrontos contra o Palmeiras. Já Verdão saiu vitorioso em 28 embates diante da Raposa. Os outros 27 jogos terminaram empatados. O time mineiro marcou 124 gols e sofreu 122.

O Palmeiras, que venceu todos os jogos fora de casa na Libertadores por dois gols de diferença, estará reforçado do volante Felipe Melo e do centroavante Deyverson, ambos desfalques no primeiro jogo por causa de suspensão. O primeiro entrará na vaga de Thiago Santos e o segundo deve ser uma opção no banco de reservas. William Bigode deve ser o titular.

No restante, o time alviverde deve ser o mesmo que começou na vitória por 2 a 0 contra o Colo-Colo, pela Taça Libertadores, na última quinta-feira.

Na Raposa, Arrascaeta e Thiago Neves estão recuperados de dores musculares. No entanto, ambos farão um teste para saber se estarão em condições de atuar. A parte física neste momento é a principal preocupação do departamento médico. Rafinha deve ficar com uma das vagas.

O árbitro do jogo será o carioca Wagner do Nascimento Magalhães. Em sete partidas que apitou no atual Brasileirão, assinalou nove penalidades, sendo três só na vitória da Chapecoense sobre o Internacional, na Arena Condá.

Cruzeiro x Palmeiras

Cruzeiro – Fábio, Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Lucas Silva, Henrique, Robinho e Rafinha (Arrascaeta); Thiago Neves e Barcos. Técnico – Mano Menezes.
Palmeiras – Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Willian, Dudu e Borja. Técnico – Luiz Felipe Scolari.
Árbitro – Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Local – Mineirão, 21h45.

*** Foto – César Greco/ Agência Palmeiras

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *