Com Gabigol em alta, Santos enfrenta o Vasco

Santos e Vasco da Gama se enfrentam hoje, às 20h, no Pacaembu, em jogo atrasado da terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Será o reencontro de Gabigol contra o Cruz de Malta. No dia 1º de setembro, o atacante marcou os três gols da vitória por 3 a 0, em pleno Maracanã.

Exatamente nesta partida, Gabigol arrancou para assumir a artilharia do Campeonato Brasileiro, chegando aos 10 gols e empatando com Pedro, do Fluminense.

Artilheiro isolado do nacional, com 13 gols, e vivendo a melhor temporada de sua carreira – são 22 gols, maior número já conseguido pelo camisa 10 em um ano – Gabigol vai para o duelo cheio de confiança. Desde o confronto no Maracanã, o craque balançou as redes seis vezes nas últimas cinco partidas, média de mais de um gol por jogo.

Ele formará dupla de ataque novamente com Rodrygo e Bruno Henrique. No quesito gols, a dupla vai no caminho inverso ao do artilheiro do Brasileirão. O último gol de Bruno Henrique foi no dia 15 de agosto, contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil. Já o último tento de Rodrygo foi no dia 18 de agosto, contra o Sport, pelo Brasileirão.

Nos bastidores, o volante Diego Pituca conversou com Renato, novo executivo de futebol e pediu uma valorização salarial. O jogador vem se tornando uma das referências da equipe montada pelo técnico Cuca, que conseguiu reerguer o time santista desde a sua chegada.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) absolveu o técnico Cuca e o liberou para que esteja no banco de reservas do Santos hoje. O treinador foi julgado nesta segunda pela invasão de campo no clássico contra o São Paulo, no último dia 16.

Cuca foi enquadrado nos artigos 258 (assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código) e 258-B (invadir local destinado à equipe de arbitragem, ou o local da partida, prova ou equivalente, durante sua realização, inclusive no intervalo regulamentar) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Por conta disso, Cuca poderia ter pegado até nove jogos de gancho, mas agora está livre para comandar o Santos. Na partida em questão, o treinador invadiu o campo da Vila Belmiro depois que o árbitro Ricardo Marques Ribeiro apitou o fim quando o time da casa armava um contra-ataque, decretando o empate por 0 a 0.

No Vasco da Gama, o time deu uma reposta à torcida e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro na última segunda-feira, ao derrotar ao Bahia por 2 a 1, em São Januário.

O resultado aliviou um pouco a pressão sobre o elenco, como avaliou Yago Pikachu, mas o próprio jogador alertou para a necessidade de o time voltar a vencer fora de seus domínios.

“Para sairmos dessa situação, precisamos pontuar. É claro que nos incomoda não conseguir vencer fora de casa, mas temos três jogos agora fora de casa e vamos procurar mudar essa história. Não vamos manter essa reação se continuarmos ganhando apenas em São Januário”, declarou.

O resultado de segunda encerrou a série de cinco jogos sem vitória do Vasco, e foi apenas o segundo triunfo da equipe no Brasileirão em 12 partidas. Fora de casa, porém, o time carioca ainda não venceu na competição. A meta, agora, é encerrar este tabu diante do Santos.

Se o triunfo trouxe tranquilidade para o Vasco, fez o mesmo com Pikachu, que marcou um gol e deu assistência para o outro. Ele vinha sendo questionado pela torcida e chegou a ser barrado pelo técnico Alberto Valentim contra o Vitória.

Santos x Vasco da Gama

Santos – Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Gabigol e Bruno Henrique. Técnico – Cuca.
Vasco da Gama – Martín Silva; Lenon, Luiz Gustavo, Leandro Castán e Ramon; Willian Maranhão, Thiago Galhardo, Fabrício e Yago Pikachu; Andrés Ríos e Maxi López. Técnico – Alberto Valentim. Árbitro – Wagner Reway (MT)
Local – Pacaembu, 20h.

*** Foto – Ivan Storti/ Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *