Estoril conquista o Amadorzão 2018

Por Edmar Ferreira

Com uma campanha impecável (21 jogos, 17 vitórias, 3 empates e 1 derrota), o Estoril conquistou o título do Campeonato Amador de Limeira.

Jogando no Estádio Comendador Agostinho Prada, o time comandado por Marcellus Miranda ficou no empate com o Abílio Pedro por 1 a 1. Como na partida de ida também houve empate (2 x 2), prevaleceu a melhor campanha da fase de classificação.

Sem contar com o suspenso meia Cleitinho, eleito pela segunda vez o Bola de Ouro, o treinador do Estoril colocou Rafael no meio de campo, para reforçar a marcação. Outra novidade foi a entrada de Dudu no lugar do artilheiro Deivinho. Autor de 20 gols, o goleador foi vetado para a final em razão de uma lesão no joelho, que também o tirou logo no início do jogo de ida.

Já o Abílio Pedro veio muito modificado para a final. Técnico Sandrinho colocou o time no ataque. Thiago Silva assumiu o posto de Lukinha, enquanto Fabiano foi recuado para a zaga no lugar de Alinha. Azul, que começou no banco na partida de ida, voltou a ser titular.

O árbitro Cícero dos Santos teve muito trabalho. No primeiro lance polêmico da partida, Daniel arrancou em direção a área e sofreu o carrinho de PC. O piracicabano marcou a penalidade máxima, porém voltou atrás após consultar o auxiliar. A torcida Fúria Abilhão, que compareceu em maior número, ficou inconformada.

Em seguida, o árbitro errou ao anular um golaço de falta de PC. Ele marcou uma falta de ataque na área, mas a cobrança foi direto para o gol, no ângulo de Tamiazi.

Os lances confusos não pararam por aí. Cícero dos Santos mostrou cartão vermelho para Bismarque após falta em Gabriel. Mas o jogador do Abílio Pedro não tinha recebido o amarelo anteriormente. Com a ajuda do mesário Martins, o cartão foi anulado e o meia seguiu na partida.

O Estoril abriu o placar aos 29 minutos do 2º tempo, em cobrança de falta perfeita de PC, eleito o craque da final. O empate do Abílio Pedro veio quatro minutos depois. Na cobrança de escanteio de Lukinha pela esquerda, Bismarque subiu no oitavo andar para deixar tudo igual.

O Estoril se segurou até o fim e festejou o título. A única derrota da equipe na competição foi para o Santa Cruz por 1 a 0, no jogo de volta da semifinal. Com isso, o Serrano, do técnico José Neto, ficou com a terceira colocação.

Deivinho, do Estoril, foi o artilheiro com 20 gols. Já o goleiro Chico, também do time campeão, foi o goleiro menos vazado, com 15 gols sofridos.

Estoril 1 x 1 Abílio Pedro

Gols – PC, de falta, aos 29 minutos do 2º tempo (ES) e Bismarque aos 34 minutos do 2º tempo (AP)
Local – Pradão
Árbitro – Cícero dos Santos
Estoril – Chico; Churrasquinho, Matheus, Maizena e PC; Juninho, Bruno Sá (Barreto), Rafael (Emerson) e Tokinho; Lucas Duni (Du Tozatti) e Duda (Gabriel). Técnico – Brás.
Abílio Pedro – Tamiazi; Romário, Cleiton, Fabiano (Balotelli) e Edi (Baiano de Cordeiro); Azul, Bismarque e Thiago Silva (Vinícius); Danilo Neco (Lukinha Queimado), Daniel e Thiaguinho (Lukinha). Técnico – Sandrinho.

 

estoril campeao 02

 

estoril campeao 03

 

estoril campeao 04

 

Fotos – Adriano Anthero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *