Para Guido, participação no Mundial da China teve balanço positivo

Muito positivo. Esse foi o balanço que Guilherme Guido fez de sua participação no Mundial de Natação em Piscina Curta, que terminou neste domingo, na cidade chinesa de Hangzhou.

O atleta limeirense entrou na água para 10 disputas, sua maior participação da carreira toda em uma única competição, somando-se eliminatórias, semifinais e finais.

Em quatro provas, alcançou quatro finais, conquistou uma medalha de bronze e bateu um recorde sul-americano. “Foi uma jornada muito boa, que me fortalece e me motiva para treinar com muita vontade em busca de uma vaga na Olimpíada de Tóquio, em 2020”, avaliou.

Nas provas individuais, Guilherme disputou os 50m e os 100m costas. Em ambas, que tiveram altíssimo nível, terminou na 5ª colocação. Nos 50m, ele ficou a apenas 3 centésimos de um medalha. Nos 100m, bateu o recorde sul-americano na semifinal, fechando em 49s45. A marca anterior, 49s62, também era sua, conquistada no Troféu José Finkel deste ano.

Guilherme também integrou as equipes brasileiras dos 4x50m medley e dos 4x100m medley. Nos 50m, conquistou a medalha de bronze juntamente com Cesar Cielo, Felipe Lima e Nicholas Santos. Nos 100m, o Brasil ficou em 4º lugar, com Guilherme, Felipe Lima, Nicholas Santos e Breno Correia. No quadro de medalhas do Mundial, os brasileiros terminaram na 9ª colocação, com dois ouros e seis bronzes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *