Independente pode fazer apenas cinco jogos na primeira fase da Segundona

Foi realizado na sede da Federação Paulista de Futebol, o Conselho Técnico do Campeonato Paulista Segunda Divisão Sub-23. Representantes dos clubes aptos para a disputa do torneio se reuniram para definir os detalhes da competição.

O Independente foi representado pelo presidente Robson Silmann, por Nicola Barbato e pelo gerente de futebol Julio César Molina.

A competição terá início no dia 7 de abril. A principal mudança aprovada pelos clubes em relação ao ano anterior foi a diminuição do número de clubes por grupos da primeira fase.

Dependendo do número de participantes, os grupos terão seis ou sete equipes – em 2018, foram oito equipes por grupo. Segundo Molina, na primeira fase o Independente poderá fazer apenas cinco jogos, ou seja, se cair em um grupo de seis. Seria turno único, avançando os quatro primeiros colocados. Seria uma fase de tiro rápido.

Pelo regulamento, 24 equipes avançarão para a segunda fase, que também será de forma regionalizada. Já para a formação dos grupos da terceira fase, que contará com 16 participantes, será realizado sorteio pelo índice técnico das equipes.

Os dois melhores de cada grupo da terceira etapa se classificam para o mata-mata. Os vencedores das semifinais garantem o direito do acesso para o Paulistão A-3 de 2020.

Assim como na última temporada, será permitida a inscrição de até 26 atletas, mais uma relação de jogadores formados nas categorias de base nascidos até 1998, com vínculo ininterrupto com o clube de no mínimo seis meses, tendo disputado ao menos uma competição de base pela própria instituição. Serão permitidas até quatro trocas após o término da primeira fase.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *