Internacional segura o Santo André no centésimo jogo de João Vallim

Por Edmar Ferreira

Rodrigo Paraná poderia ter se consagrado sábado no Bruno José Daniel. Mas no fim o atacante viu seu companheiro Rafael Pin ser o grande protagonista do empate sem gols entre Santo André e Internacional pela 11ª rodada do Campeonato Paulista da Série A-2.

Não foi um primor de jogo. Pelo contrário, raras oportunidades e uma partida concentrada no meio de campo. O empate foi bom apenas para o Leão, que permanece na sexta posição, com 17 pontos ganhos. Já o Ramalhão foi superado pelo Votuporanguense e caiu para a nona posição, com 13 pontos.

Vallim praticamente repetiu a formação do empate contra o Juventus. As exceções foram Rafael Pin no gol e Lucas Xavier na lateral. Jean Pablo retomou a vaga de titular com a lesão de Nikão.

A Inter pecou na marcação. O Santo André, que estava invicto em sua casa com três vitórias e dois empates, tinha no meia Cristian seu grande organizador. O ex-jogador do Palmeiras e campeão paulista com o Ituano, jogou muito a vontade e deu um enorme trabalho para a defesa alvinegra. Aos 12 minutos, ele deixou Maykinho na cara do gol. Rafael Pin praticou um milagre.

Nas bolas paradas, Chumbinho não estava com a pontaria afinada como das outras vezes. Aos poucos a Inter foi se assentando em campo. Aos 18 minutos, Tcharlles chutou cruzado e o goleiro Tomazella deu rebote. Livre na pequena área, Rodrigo Paraná furou, perdendo a chance de abrir o placar.

Pin voltou a ser exigido aos 22. No levantamento da esquerda, o zagueiro Wellinton, de quase dois metros de altura, escorou para a pequena área e Victor Sapo finalizou para a defesa de Pin.

Para o segundo tempo, o Santo André pressionou mais. As entradas de Guilherme Garré, Carlos Alberto e Jobinho deixaram o Ramalhão mais veloz. Na Inter, Vallim surpreendeu ao tirar Chumbinho que estava bem no jogo para colocar Alisson.

Aos 23 minutos, a Inter teve sua melhor oportunidade. Novamente a bola se apresentou a Rodrigo Paraná na área, mas o atacante não conseguiu marcar. Na sobra, Tcharlles pegou de primeira e Tomazella fez excelente defesa.

Vallim ainda colocou Clebinho e PC nas vagas de Rodrigo Paraná e Malcoon. Os minutos finais foram delicados para a Inter. O Santo André cresceu e passou a jogar na área do Leão. Jobinho perdeu um gol feito. Já Pin se atirou nos pés de Matheus Santiago para evitar o gol e fechar sua participação com chave de ouro. Desta forma, foi eleito o melhor em campo.

Fim de jogo e o décimo segundo 0 a 0 de Vallim na Inter. Agora com 100 jogos, o retrospecto é de 46 vitórias, 26 empates e 28 derrotas. Seu ataque marcou 140 gols e sua defesa sofreu 109.

A Inter volta a jogar no domingo, às 19h, contra a Portuguesa Santista, no Limeirão. Será o reencontro de Balardin e Wesley com a torcida leonina.

Santo André 0 x 0 Internacional

Local – Estádio Bruno José Daniel
Árbitra – Edna Alves Batista
Auxiliares – Paulo de Souza Amaral e Vladimir Nunes da Silva
Público – 726
Renda – R$ 8.399,00
Internacional – Rafael Pin; Lucas Xavier, Gean, Jean Pablo e Malcoon (PC); França, Marquinhos, Élvis e Chumbinho (Alisson); Tcharlles e Rodrigo Paraná (Clebinho). Técnico – João Vallim.
Santo André – Tomazella, Denis, Ícaro, Wellinton e Denis Neves; Roberto, Fabrício e Cristian (Guilherme Garré); Matheus Santiago, Victor Sapo (Carlos Alberto) e Maykinho (Jobinho). Técnico –
Ocorrências – cartões amarelos para PC (3) (IN) e Maykinho (SA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *