Inter perde da Portuguesa Santista e acumula dez jogos sem vitória no Limeirão

Edmar Ferreira

Não tem jeito mesmo. No Limeirão a Inter não consegue vencer. Na derrota para a Portuguesa Santista por 2 a 1, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista da Série A-2, o Leão completou 10 partidas sem vitória diante do seu torcedor. Agora são cinco derrotas e cinco empates.

A Inter não perdia há seis jogos e vinha de quatro empates seguidos em casa. Além disso, a Briosa encerrou um tabu. Foi sua primeira vitória na história jogando no Major Levy. Até então eram dez confrontos, com seis vitórias alvinegras e quatro empates.

Com exceção de Moisés no gol, João Vallim manteve o time que empatou sem gols em Santo André na rodada passada. A Inter até começou com muita vontade, jogando em cima do adversário.

Mas aos poucos o time comandado por Sérgio Guedes foi dominando as ações. Aos 12 minutos, após cobrança de falta de Diego Palhinha, Rodriguinho mergulhou e de cabeça mandou por cima do gol.

A melhor chance leonina aconteceu aos 16 minutos, quando Rodrigo Paraná recebeu de Élvis e mandou cruzado para uma grande defesa de John.

A Santista apostava no jogo aéreo. Aos 19, após falta cobrada por Carlos Alberto, Balardin, ex-Internacional, cabeceou por cima. O zagueiro deixou o jogo machucado, com suspeita de lesão no ligamento do joelho. Bruno entrou em seu lugar.

Aos 23 minutos a vitória da Portuguesinha começou a ser escrita. Após escanteio cobrado por Diego Palhinha pela esquerda, Moisés evitou o gol de cabeça de Rodriguinho ma pequena área e na sobra, Wendel empurrou para a rede: 1 a 0. Incrível, mas nunca a Inter saiu na frente jogando em casa nesta A-2.

santista 2

Quando a Inter tentava se arrumar em campo, veio o segundo gol do rival. Após cruzamento da esquerda de Boré, outro ex-jogador da Inter, Wendel desviou e Diego Palhinha encheu o pé da meia-direita, no cantinho de Moisés: 2 a 0. Foi um golaço.

No intervalo, meio a tristeza pelo resultado, a Inter apresentou aos pouco mais de 1.500 pagantes, suas outras modalidades: bocha, futsal, futebol feminino, escolinha de futebol e os times Sub-11 e Sub-13.

A Inter voltou com a mesma equipe para a etapa complementar, mas com uma postura bem diferente, mais agressiva.

Logo no primeiro minuto, Tcharlles cruzou para Rodrigo Paraná que, serviu Chumbinho. De frente para o gol o meia parou em uma excelente defesa de John.

Até que aos 5 minutos, no levantamento para a área, Marquinhos ganha no alto e resvala. Tcharlles de costas desvia de cabeça e desconta: 2 x 1. Foi seu terceiro gol com a camisa leonina. No lance, o volante leonino teria cometido falta de ataque.

Mas a Santista era perigosa nos contra-ataques. A Briosa só não marcou o terceiro graças a Moisés. O goleiro leonino espalmou uma cabeçada do zagueiro Luiz Eduardo, que tinha endereço certo.

Aos 13, em outro contra-ataque do time praiano, Rodriguinho deu um chega pra lá em Gean e rolou na medida para Carlos Alberto. O artilheiro perdeu um gol feito, mandando por cima.

O jogo era eletrizante e aos 14, em cobrança de escanteio de Chumbinho, o volante Marquinhos escorou para a defesa difícil de John. Os leoninos chegaram a pedir gol, mas o arqueiro segurou exatamente em cima da linha.

Aos 29, Rodrigo Paraná, que estava bem no jogo, teve a chance de empatar. Ele recebeu em ótimas condições e mandou na trave. Faz tempo que o atacante busca seu primeiro gol pela Veterana.

João Vallim começou a mexer. Tirou Marquinhos, Lucas Xavier e Rodrigo Paraná para as entradas de Clebinho, Alisson e Gabriel Ramalho.

A entrada de Wesley, outro ex-Inter, deixou a Santista a vontade nos contra-ataques. O adversário poderia ter saído do Limeirão com um placar maior, porém pecou na construção das jogadas. Só Wesley ficou duas vezes impedido.

Aos 43, Wesley serviu Rodriguinho, que bateu para uma excelente defesa de Moisés. Na sobra, Tufa mandou por cima. A Inter pressionou nos minutos finais e até empatou com Clebinho, mas o gol não foi valido, pois o árbitro Ricardo Bittencourt teria encerrado o jogo antes. Muita reclamação por parte dos leoninos. Foi a segunda derrota em casa. A primeira foi para o XV de Piracicaba por 3 a 2.

E não era uma simples partida para a Inter. O Leão atuava pela 800ª vez em seu estádio. Agora o retrospecto é de 376 vitórias, 229 empates e 194 derrotas.

A Inter segue na sexta posição com 17 pontos ganhos e volta a jogar na quarta-feira, às 15h, contra o Nacional, em São Paulo. A diferença do Leão para o Santo André, nono colocado, agora é de apenas três pontos.

Restam mais três rodadas para o término da fase de classificação. Além do Naça, o Leão receberá o Linense e na última rodada jogará em Taubaté.

Internacional 1 x 2 Portuguesa Santista

Gols – Wendel aos 13 e Diego Palhinha aos 33 minutos do 1º tempo (PS); Tcharlles aos 5 minutos do 2º tempo (IN)
Local – Limeirão
Árbitro – Ricardo Bittencourt
Auxiliares – Mauro André Freitas e Paulo César Modesto
Público – 1.580
Renda – R$ 20.865,00
Internacional – Moisés; Lucas Xavier (Alisson), Gean, Jean Pablo e Malcoon; França, Marquinhos (Clebinho), Élvis e Chumbinho; Tcharlles e Rodrigo Paraná (Gabriel Ramalho). Técnico – João Vallim.
Portuguesa Santista – John; Rafael Ferro, Balardin (Bruno), Luiz Eduardo e Boré; Acleisson, Tufa, Carlos Alberto e Diego Palhinha (Raylan); Rodriguinho e Wendel (Wesley). Técnico – Sérgio Guedes.
Ocorrências – Cartões amarelos para Élvis (3º) e Tcharlles (IN); Bruno, Diego Palhinha e Tufa (PS).

*** Foto – Pedrinho Sarti/ Inter

Série A-2:

12ª Rodada:

São Bernardo 3 x 1 Água Santa
Santo André 2 x 2 Atibaia
Rio Claro 1 x 0 Portuguesa
Sertãozinho 2 x 0 Votuporanguense
Linense 1 x 3 Penapolense
Taubaté 3 x 1 Nacional
Internacional 1 x 2 Portuguesa Santista
20h – XV de Piracicaba x Juventus

Próxima rodada:

19/3 – 19h15 – Sertãozinho x Santo André
19/3 – 21h30 – Atibaia x Portuguesa
20/3 – 15h – Água Santa x Penapolense
20/3 – 15h – Nacional x Internacional
20/3 – 19h30 – São Bernardo x Linense
20/3 – 20h – Taubaté x Portuguesa Santista
21/3 – 15h – Juventus x Rio Claro
21/3 – 15h – Votuporanguense x XV de Piracicaba

Classificação:

1 Água Santa 25
2 XV de Piracicaba 23
3 Portuguesa Santista 23
4 Rio Claro 21
5 Juventus 19
6 Internacional 17
7 Votuporanguense 15
8 Taubaté 14
9 Santo André 14
10 Sertãozinho 13
11 Linense 13
12 Atibaia 13
13 Nacional 12
14 Portuguesa 11
15 Penapolense 10
16 São Bernardo 9   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *