Última rodada do Paulistão definirá classificação e rebaixamento esta noite

A última rodada do Paulistão promete fortes emoções. Enquanto São Paulo e Oeste disputam a última vaga nas quartas de final, quatro times entram em campo lutando contra o rebaixamento: São Caetano, Botafogo, Mirassol e Bragantino.

Com o volante Hernanes fora em razão de um estiramento muscular na coxa esquerda, o São Paulo enfrenta o São Caetano, às 21h30, no Anacleto Campanella, precisando da vitória para se classificar.

Com 14 pontos, o Tricolor ocupa a segunda colocação do Grupo D. O time comandado por Vagner Mancini pode até avançar com um empate e até mesmo com uma derrota, desde que o Oeste não vença o Mirassol, no mesmo horário, na Arena Barueri.

Se quiser terminar essa fase na liderança do Grupo D, para fazer o jogo de volta das quartas de final em casa, a combinação é mais complicada. O São Paulo precisará vencer, torcer para o Ituano perder para o Corinthians, no Novelli Júnior, e ainda tirar a diferença no saldo de gols (8 a 3 a favor do Ituano). Pelo regulamento do torneio, o São Paulo enfrentará o próprio Ituano nas quartas.

Um retorno certo para o São Paulo é o do zagueiro Bruno Alves, que cumpriu suspensão automática no confronto com o Palmeiras. E o time não perdeu nenhum jogador por acúmulo de cartões no clássico.

O meia Nenê pode ser a grande solução para o São Paulo. O jogador, que desfalcou a equipe contra a Ferroviária e diante do Palmeiras, treinou normalmente e pode ir para o jogo. Everton, que também estava lesionado, é outra opção. Everton Felipe também não está descartado.

No Anacleto, palco do jogo desta noite, as duas equipes se enfrentaram 14 vezes, com seis vitórias dos donos da casa, dois empates e seis triunfos dos tricolores.

São Caetano x São Paulo
São Caetano – Luiz Daniel; Alex Reinaldo, Max, Saimon e Capa; Pablo, Vinícius Kiss, Vitinho e Diego Rosa; Minho e Bruno Mezenga. Técnico – Pintado.
São Paulo – Tiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Hudson e Nenê (Everton ou Everton Felipe); Carneiro, Pablo e Antony. Técnico – Vagner Mancini.
Árbitro – Luiz Flavio de Oliveira
Local – Estádio Anacleto Campanella, às 21h30

Corinthians

O Corinthians entra em campo esta noite contra o Ituano, às 21h30, no Novelli Júnior, em Itu. O Timão ocupa a liderança do Grupo C, com 18 pontos ganhos, porém não tem assegurada a primeira colocação, pois a Ferroviária soma 17 e enfrenta o Novorizontino, no mesmo horário, fora de casa.

Técnico Fábio Carille deve mesclar a equipe titular. O Gustagol está de volta após se recuperar de uma lesão sofrida contra o São Bento, em Sorocaba. O jogador ficou afastado por três partidas. A dúvida é se começará jogando ou entrará no decorrer da partida.

Se Gustagol ficar no banco de reservas, o argentino Mauro Boselli fará o quarto jogo consecutivo entre os titulares e buscará seu segundo gol com a camisa do Corinthians. Seu único gol foi na vitória sobre o Botafogo, antes desta sequência na equipe. Nas três últimas partidas, passou em branco.

Resta saber agora se Carille dará descanso a Vagner Love, que tem 34 anos, para poder contar com o veterano 100% nas quartas de final, que começam no domingo. Clayson tem retorno garantido.

O restante do time deve ser o mesmo da última partida, com a permanência de Michel Macedo na lateral-direita já que Fagner foi convocado para a seleção brasileira. O titular do setor ficou também de fora contra o Oeste porque estava suspenso.

Por outro lado, o técnico Vinícius Bergantin deve poupar o lateral-direito Jonas, o zagueiro Léo Santos e o volante Baralhas que estão com dois cartões amarelos.

Ituano x Corinthians
Ituano – Pegorari; Jonas (Choco), Léo Santos (Mateus), Ricardo Silva e Peri; Baralhas (Paulinho Dias), Marcos Serrato e Corrêa; Martinelli, Ramon e Morato. Técnico – Vinícius Bergantin.
Corinthians – Cássio; Michel Macedo, Henrique, Manoel e Danilo Avelar; Ralf, Junior Urso e Sornoza; Pedrinho (Vagner Love), Boselli (Gustagol) e Clayson. Técnico – Fábio Carille.
Árbitro – Salim Fende Chavez
Local – Estádio Novelli Júnior, em Itu, às 21h30.

Palmeiras

O Palmeiras enfrenta a Ponte Preta, hoje às 21h30, no Allianz Parque, com a classificação já garantida para a próxima fase do Campeonato Paulista. Verdão soma 22 pontos no Grupo B, contra 19 do Novorizontino. O objetivo é preservar jogadores de possíveis suspensões.

O time do técnico Luiz Felipe Scolari tem sete atletas com dois amarelos e que podem ficar fora da primeira partida das quartas de final se receberem outro cartão.

Como o regulamento do Estadual prevê que na virada da primeira para a segunda fase as advertências sejam zeradas, a rodada final pode ter jogadores poupados justamente para que o elenco comece a etapa decisiva da competição com força máxima.

O adversário nas quartas de final será o Novorizontino. Curiosamente, a equipe também enfrentou o Palmeiras nesta etapa do torneio em 2017 e 2018.

Estão pendurados os laterais Mayke e Diogo Barbosa, os volantes Thiago Santos e Felipe Melo, o meia Moisés e o atacante Borja. Completa a lista o zagueiro Luan, que está com lesão na coxa esquerda e só voltará ao time na próxima semana.

Outros três desfalques confirmados são o goleiro Weverton, convocado para defender a seleção brasileira em amistosos, o zagueiro Gómez com a seleção paraguaia e o zagueiro Antônio Carlos com o terceiro cartão amarelo.

O Palmeiras teria como novidade o atacante Deyverson, que cumpriu os seis jogos de suspensão no Paulistão por ter cuspido no corintiano Richard no clássico realizado em 2 de fevereiro. Porém o polêmico atacante sofreu uma lesão na coxa e fica de fora. Borja deve atuar.

Sem chances de classificação para as quartas de final, a Ponte Preta, que vem de vitória no dérbi sobre o Guarani por 3 a 0, apenas cumpre tabela na capital paulista e por isso o foco está no jogo remarcado da Copa do Brasil, contra a Aparecidense, fora de casa, no dia 3 de abril. A Macaca vem de três vitórias seguidas e não perde há seis rodadas. O principal desfalque é o volante Edson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Palmeiras x Ponte Preta
Palmeiras – Jailson (Fernando Prass); Marcos Rocha, Thiago Santos (Patrick de Lucca), Edu Dracena e Victor Luis; Jean, Bruno Henrique e Lucas Lima (Raphael Veiga); Zé Rafael, Carlos Eduardo e Borja. Técnico – Luiz Felipe Scolari.
Ponte Preta – Ivan; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Gerson Magrão, Matheus Oliveira, Nathan e Matheus Vargas; Júlio César e Thalles. Técnico – Jorginho.
Árbitro – Marcio Henrique de Gois
Local – Allianz Parque, 21h30

Santos

Classificado por antecipação para as quartas de final do Paulistão, o Santos fecha sua participação na primeira fase contra o Botafogo, hoje às 21h30, em Ribeirão Preto. O Peixe ocupa a vice-liderança do Grupo A, com 23 pontos, um a menos que o Red Bull, que encara o Guarani, em Campinas. O Bugre só cumprirá tabela.

A derrota por 1 a 0 para o Novorizontino, sexta-feira, no Pacaembu, encerrou a invencibilidade do Santos como mandante na competição.

Técnico Jorge Sampaoli não poderá contar com três gringos, o paraguaio Dérlis Gonzales, o peruano Cueva e o venezuelano Soteldo, todos convocados para suas respectivas seleções. O uruguaio Carlos Sánchez foi cortado de última hora e tem presença garantida. Treinador deve escalar uma equipe bastante alternativa.

Botafogo x Santos
Botafogo – Darley; Bruno José, Naylhor, Plínio e Pará; Willian Oliveira, Marlon Freitas e Nadson; Felipe Saraiva, Erick Luís e Rafael Costa. Técnico – Roberto Cavalo.
Santos – João Paulo; Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Luiz Felipe; Matheus Ribeiro, Yuri, Jean Lucas, Diego Pituca e Orinho; Arthur Gomes e Kaio Jorge. Técnico – Jorge Sampaoli.
Árbitro – Raphael Claus
Local – Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, às 21h30.

Rebaixamento

Sem vencer há seis jogos e vindo de três derrotas seguidas, o Bragantino é o terceiro colocado do Grupo C, com dez pontos. Para escapar do rebaixamento, o Massa Bruta precisa de um simples empate diante do já rebaixado São Bento, em Sorocaba.

Se tropeçar, o time tem que torcer para Mirassol, Botafogo ou São Caetano não vencerem.

Com os mesmos dez pontos do Bragantino, mas na lanterna do Grupo C por causa do número de gols marcados (11 contra 8), o Mirassol vai ter pela frente o Oeste, que luta por uma vaga nas quartas de final, na Arena Barueri. Um empate livra o Oeste.

Na lanterna do Grupo D, com oito pontos, o Botafogo também depende apenas de si para se manter na elite paulista, mas precisa vencer o Santos, no Estádio Santa Cruz, para não depender de outros resultados. Se não ganhar, o Pantera precisa torcer para o São Caetano tropeçar diante do São Paulo, no Anacleto Campanella.

A situação mais complicada é justamente do Azulão, que tem apenas uma vitória no campeonato e precisa, além de bater o Tricolor, torcer para Bragantino ou Mirassol perderem seus jogos ou por pelo menos um empate do Botafogo. Se empatar, o Pantera tem que perder no mínimo por cinco de diferença.

Última Rodada:
21h30 – Ituano x Corinthians
21h30 – Palmeiras x Ponte Preta
21h30 – São Caetano x São Paulo
21h30 – Botafogo x Santos
21h30 – Oeste x Mirassol
21h30 – Guarani x Red Bull
21h30 – Novorizontino x Ferroviária
21h30 – São Bento x Bragantino

Classificação:

Grupo A:
1 Red Bull 24
2 Santos 23
3 Ponte Preta 19
4 São Caetano 7

Grupo B:
1 Palmeiras 22
2 Novorizontino 19
3 Guarani 14
4 São Bento 4

Grupo C:
1 Corinthians 18
2 Ferroviária 17
3 Bragantino 10
4 Mirassol 10

Grupo D:
1 Ituano 17
2 São Paulo 14
3 Oeste 12
4 Botafogo 8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *