Tite mexe em seis posições para encarar a República Checa em Praga

O frustrante empate da seleção brasileira contra o Panamá por 1 a 1, no último sábado, na cidade portuguesa do Porto, deixou o técnico Tite bastante preocupado.

Por isso, no amistoso contra a República Checa, amanhã às 16h45 (horário de Brasília) na Eden Arena, em Praga, o Brasil entrará em campo com seis modificações. Será o último teste antes da convocação para a Copa América, realizada no Brasil e que tem início em junho.

Tite preferiu fazer mais testes no primeiro amistoso e utilizar uma equipe mais experiente em Praga. Na análise de Tite, o rendimento ruim contra a seleção panamenha, com a qual o Brasil nunca tinha sequer empatado em todo o histórico do confronto, se dá em razão do processo de renovação da equipe. Ele ressaltou que o atual momento é de testar os atletas mais jovens.

Sendo assim, a defesa inteira do Brasil será modificada. Ederson, Fagner, Miranda, Éder Militão e Alex Telles saem para as entradas de Alisson, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro.

No meio de campo apenas uma alteração, com a entrada de Allan, ex-Vasco e hoje no Napoli, no lugar de Arthur. Mesmo em má fase e com uma atuação apagada no sábado, Philippe Coutinho segue na equipe.

Contra a República Checa, Tite estava estudando fazer uma inversão no comando do ataque. Gabriel Jesus entraria na vaga de Roberto Firmino. Mas o comandante optou por manter o artilheiro do Liverpool ao lado de Richarlison. Desta forma, David Neres também terá que aguardar uma oportunidade.

O Brasil está confirmado com: Alisson, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro; Allan, Philippe Coutinho, Paquetá e Richarlison; Roberto Firmino.

*** Foto – Lucas Figueiredo / CBF News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *