João Vallim conta com um aliado no mata-mata contra o XV de Piracicaba

Por Edmar Ferreira

O técnico João Vallim terá um importante aliado neste mata-mata da fase semifinal do Campeonato Paulista da Série A-2. O zagueiro Jean Pablo, um dos destaques da Internacional nesta temporada, veio exatamente do XV de Piracicaba e conhece os segredos do Nho Quim.

O becão foi o nosso convidado especial na última Segunda Esportiva da TV Jornal. Além de comentar sobre o bom momento vivido pela Internacional na A-2, o zagueiro pode rever o golaço que marcou no empate por 2 a 2 com a Portuguesa Santista, domingo no Ulrico Mursa, que classificou o alvinegro para a semifinal. “Tem gente que brincou comigo dizendo que eu tentei cruzar e dei sorte. Foi consciente. Graças a Deus fui feliz na conclusão”, sorriu.

Jean Pablo disse que a torcida do XV de Piracicaba sempre fez a diferença e que o time cresce em jogos decisivos, exatamente por conta deste apoio. “Seria legal a torcida leonina fazer o mesmo no sábado. Isso ajuda muito. Os jogadores entram motivados e ainda mais confiantes. Tenho certeza que teremos um Limeirão lotado. É jogo para casa cheia. Faz 14 anos que a Inter não disputa a divisão de elite. Está na hora de voltar”, comentou.

No ano passado, Jean Pablo chegou com o XV até as semifinais da A-2, porém perdeu o acesso para o Guarani, com uma derrota no Brinco de Ouro da Princesa.

Este ano, o zagueiro de 30 anos e 1m95 disse que essa chance não escapará novamente de suas mãos. “Nosso elenco merece subir. Passamos por dificuldades ao longo da temporada, mas nos fechamos. A nossa união fez a diferença. Poucos acreditavam em nosso time e aos poucos fomos mostrando que temos condições sim de subir. Falta pouco para o sonho ser concretizado”, frisou.

Natural de Descalvado, Jean Pablo contou sua trajetória no futebol, que teve início no Sub-15 do Rio Branco. Passou por várias equipes, entre elas o Corinthians, onde ficou cinco temporadas.

Rodou o interior paulista, passando por Monte Azul, Rio Claro, Olímpia e XV de Piracicaba. Jogou até em Portugal. Tem vários acessos no currículo e espera conquistar mais um este ano.

Jean Pablo elogiou em especial o companheiro de zaga Oliveira. “Casamos bem na defesa. Um já sabe como o outro gosta de atuar e isso facilita nosso trabalho. Ele é muito experiente e voltou ainda melhor ao time após ficar seis jogos de fora. Importante também foi o esquema tático adotado pelo professor João Vallim com três volantes à nossa frente. Nossa marcação tem feito a diferença”, explicou.

Por outro lado, Jean Pablo lamentou a ausência de França no jogo de ida, sábado, às 19h, no Major Levy. O volante foi expulso em Santos e terá que cumprir a suspensão automática.

“Você não tem ideia da importância dele em campo. Quando a gente olha o França na cabeça de área nos dá uma tranquilidade imensa. Mas tenho certeza que quem entrar poderá dar conta do recado. Nessa hora todo jogador cresce, afinal de contas, vale acesso”, completou.

Apresentado pelo Dr Roberto Lucato, a Segunda Esportiva contou ainda com os cativos Edmar Ferreira, Roberto Martins, Denis Suidedos e César Roberto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *