Inter empata sem gols com o XV e agora decide o acesso em Piracicaba

Por Edmar Ferreira

A ausência do volante França, a forte chuva, o gramado escorregadio, a trave leonina e um erro de arbitragem foram determinantes para o empate sem gols entre Internacional e XV de Piracicaba no jogo de ida da semifinal do Campeonato Paulista da Série A-2, sábado à noite no Limeirão.

A diretoria esperava muito mais do que os sete mil torcedores presentes. Aqueles que deixaram para ir na última hora, desistiram em razão da chuva.

A chegada da delegação leonina foi espetacular, digna dos times grandes que encaram uma decisão. Os torcedores fizeram o chamado “corredor de fogo” para receber o time. Aos gritos de “Vamos subir Leão”, os jogadores desceram motivados.

Mas a Internacional não estava inspirada. Muitos dizem até que “faltou mais tesão” para encarar o jogo do ano em casa. Com o 0 a 0 e a vitória inesperada do Santo André diante do Água Santa por 2 a 0, no Estádio Bruno José Daniel, a Inter só subirá se eliminar o XV. A terceira vaga está descartada, pois o Ramalhão abriu um ponto de vantagem e tem uma campanha superior ao Leão.

A Inter tem uma semana inteira para se preparar para o jogo de volta, que acontece no próximo sábado, às 19h, no Barão da Serra Negra. A diretoria quinzista acredita em um público em torno de 20 mil pagantes.

xv ida 05

 

Jogo

Sem França, João Vallim colocou o time no ataque com a entrada de Jorge Elias. Mas completamente sem ritmo de jogo, o atacante apenas lutou, mostrou velocidade, mas ficou escondido entre os zagueiros quando as bolas eram cruzadas para a área. E olha que várias passaram na frente do goleiro Luiz Fernando sem que ninguém aproveitasse.

A primeira chance leonina foi aos 8 minutos, quando o volante Nata, eleito o melhor em campo, aproveitou uma sobra fora da área e arriscou. A bola desviou na defesa do XV e passou a esquerda de Luiz Fernando.

Aos 14 minutos, um susto na torcida leonina. Em cobrança de falta venenosa de Misael pela esquerda, a bola quicou no gramado escorregadio e foi direto na trave esquerda de Moisés.

O XV passou a gostar do jogo e aos 26 minutos, Macena, um dos reforços do time piracicabano para a fase final, recebeu em ótimas condições pela esquerda, porém bateu fraco, à esquerda de Moisés.

 

xv ida 04

 

Aos 46 minutos, o árbitro José Cláudio da Rocha filho anulou um gol do XV de Piracicaba, quando Moisés praticou um milagre em uma cabeçada à queima-roupa na pequena área, porém não evitou o gol de Ronaldo no rebote. Os especialistas em arbitragem confirmaram que o gol foi legal, o que gerou revolta na imprensa piracicabana.

 

xv ida 03

 

O XV se sobressaía nos contra-ataques. Os volantes Fraga e Walfrido tiveram ótimo desempenho nos desarmes. Já o ala Jefferson Feijão pela direita e o atacante Kadu Barone pela esquerda eram um tormento para a defesa leonina.

Aos 11 minutos, Fraga se antecipou a marcação e experimentou de longe para uma defesa segura de Moisés. A Inter voltou assustar apenas aos 28 minutos, quando Chumbinho recebeu cruzamento da direita e desviou para uma boa defesa de Luiz Fernando. Aos 34, foi a vez do volante Marquinhos arriscar de fora da área. Sem perigo a meta rival.

Tarciso Pugliese aumentou a velocidade do seu ataque com as entradas de Bruninho e Andrei. O jogo ficou perigoso para a Internacional. Aos 37, após escanteio cobrado pelo baixinho Andrei, o zagueiro Douglas Marques escorou por cima do gol.

Chumbinho ainda teve a chance de abrir o placar aos 38 minutos, quando trocou passes com Elvis na entrada da área e mandou forte por cima do gol. Foi seu último lance na partida. Vallim decidiu colocar sangue novo em campo com a entrada de Michel.

 

xv ida 02

 

Com Jorge Elias apagado em campo, Vallim colocou Clebinho em seu lugar. Mas foram apenas cinco minutos em campo para o reserva sentir novamente uma lesão. Mael foi para o jogo.

A Inter ainda chegou a fazer uma blitz na área do XV nos minutos finais, mas os chutes da entrada da área pegavam na bem postada defesa do rival. Final de jogo e o empate sem gols deu uma esfriada no torcedor leonino. Já o discurso dos jogadores é de confiança, uma vez que neste campeonato a Inter se apresentou muito melhor como visitante, perdendo apenas para Água Santa e Nacional.

Fotos – Wagner Morente

Internacional 0 x 0 XV de Piracicaba

Local – Limeirão
Árbitro – José Cláudio Rocha Filho
Assistentes – Anderson José de Moraes Coelho e Herman Brumel Vani
Público – 7.406 pagantes
Renda – R$ 134.795,000
Internacional – Moisés; Alison, Oliveira, Jean Pablo e Malcoon; Marquinhos, Nata, Elvis e Chumbinho (Michel); Tcharlles e Jorge Elias (Clebinho) (Mael). Técnico – João Vallim.
XV de Piracicaba – Luiz Fernando; Jéfferson Feijão, Douglas Marques, Gilberto Alemão e Robertinho; Fraga, Walfrido e Misael (Bruninho); Kadu Barone (Andrei), Ronaldo e Macena (Cássio Gabriel). Técnico – Tarcísio Pugliese.
Ocorrências – cartões amarelos para Alison, Jean Pablo e Malcoon (INT); Jéfferson Feijão, Bruninho e Misael (XP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *