Acesso para a elite faz jogadores da Inter serem assediados por vários clubes

Por Edmar Ferreira

A Internacional corre um sério risco de sofrer um desmanche logo após o Campeonato Paulista da Série A-2. Vários jogadores têm sido procurados, culpa da boa campanha realizada.

Os jogos decisivos mostrados ao vivo pelo Sportv ajudaram os jogadores alvinegros que foram bem.
Os dois goleiros por exemplo, deixaram uma ótima impressão. Rafael Pin interessa a Ponte Preta, enquanto Moisés está sendo observado pelo Oeste.

O jogador com mais propostas do atual elenco é Alison. Tido antes apenas como a quarta opção da lateral-direita, o jogador aproveitou as lesões de Luís Roberto, Michel e Lucas Xavier para assumir a posição e se destacar. Hoje, é considerado um dos melhores jogadores da competição.

O sucesso de Alison foi tão grande nos jogos finais, que até o técnico Vanderlei Luxemburgo o telefonou para parabenizá-lo logo após o acesso. Paysandu, Oeste, Figueirense e Cuiabá querem o jogador. Até o futebol turco procurou seu empresário, o ex-volante Fabiano.

O zagueiro Oliveira, autor do gol do acesso, também teria em mãos uma proposta irrecusável, mas o time não foi divulgado. O meia Mael pode parar no Frei Paulistano, do Sergipe.

Já o Santa Cruz quer o volante França e o meia Chumbinho para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. O capitão pode até aceitar. Mas o camisa 10 estaria apalavrado com o Juventude de Caxias, que quase o tirou na metade da Série A-2.

Para completar, o meia Elvis terá que retornar a Ferroviária, dona do seu passe. Já Tcharlles, um dos prediletos da torcida, interessa ao Oeste e ao Botafogo de Ribeirão Preto.

Por outro lado, o presidente Celso Potechi tem interesse em repatriar alguns jogadores. Os atacantes Tom e Wesley, que estavam na lista, acertaram com o Cianorte para a disputa do Campeonato Brasileiro.

O lateral Vinícius Pedalada e o zagueiro Balardin também interessam ao Leão para a Série A-1. João Vallim, que deverá renovar seu contrato, teria carta branca para montar o time para o Paulistão. Com os descontos, a Inter teria algo em torno de R$ 2 milhões para gastar nos quatro meses de competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *