Minha coluna Pimba de hoje na Gazeta

“Tá bom, subiu”. Essa foi a frase que eu mais ouvi depois da derrota em Santo André. Os leoninos parecem conformados com o vice. Mas lá no fundo da alma daquele mais fanático eu tenho certeza que vem a pergunta: “mas três vices seguidos?”.

—————————————

Para os mais exigentes, a Inter não pode sucumbir em decisões como nessas três últimas. O último título do Leão foi conquistado em 2004, na Série A-2. Ou seja, faz 15 anos que a Veterana não ganha um pôster.

—————————————

Dos três vices, o único, vamos dizer, “aceitável”, foi o da Copa Paulista de 2017. Realmente a Ferroviária era melhor. E foram dois empates, 0 a 0 aqui e 2 a 2 lá. O Leão perdeu nos pênaltis na Fonte Luminosa.
Contra o Nacional, acredito eu, tenha sido a maior frustração. Isso porque, a Inter venceu o jogo de ida, em São Paulo, por 1 a 0 e perdeu em pleno Limeirão por 2 a 0. Essa foi doída.

—————————————

Contra o Santo André, o torcedor leonino tinha a absoluta certeza que o Leão seria campeão. Ainda mais após vencer, de virada, em casa, por 2 a 1. Mas infelizmente o time foi apático demais e sentiu as ausências de Jean Pablo e Tcharlles.

—————————————

João Vallim merece todos os méritos pelo acesso. Literalmente, tirou leite de pedra. Porém errou na escalação da final, depositando todas as suas fichas no garoto Gabriel Ramalho. Num jogo como daquele em Santo André, você tem que ter jogador cascudo em campo.

—————————————

A Inter perdeu com esse vice, R$ 580 mil, ou seja, R$ 80 mil a mais de premiação se fosse campeã e R$ 500 mil pela primeira rodada da Copa do Brasil. Nessa altura dos fatos, onde a situação financeira do clube é delicada, esse dinheiro fará uma tremenda falta.

—————————————

Em nosso programa Pimba nos Esportes da Rádio Mix 770 AM, o volante França falou sobre o vice. Revelou detalhes dos bastidores e de como foi o jogo decisivo em Santo André. Também da forte discussão que teve com Gabriel Ramalho em campo.

—————————————

França já adiantou que não disputará a Copa Paulista pela Inter. O jogador tem sete propostas, algumas delas até fora do país. O capitão afirmou que gostaria de disputar o Paulistão pelo Leão, mas acha muito difícil, até porque seu nome ganhou força no mercado na bola após o vice.

—————————————

A Inter deve sofrer uma grande reformulação para o Paulistão. No máximo sete jogadores do atual elenco devem permanecer. Tudo vai depender também da renovação ou não do técnico João Vallim.
Atletas como Rafael Pin, Moisés, Alison, Oliveira, Jean Pablo, Marquinhos e Nata devem ficar para o Paulistão. O meia Chumbinho gostaria de ficar, mas está bastante valorizado.

—————————————

Antes do vice eu apostava com qualquer um que Vallim seria o técnico da Inter no Paulistão. Hoje, tenho minhas dúvidas. Uma coisa é certa, o técnico da Copa Paulista tem que ser o do Paulistão. Não adianta nada um técnico dirigir o time na copinha e outro chegar em novembro para a Série A-1. Seria um trabalho desperdiçado.

—————————————

Vallim passará 21 dias na CBF tirando a licença A de treinador. Quando retornar, decidirá seu futuro junto da diretoria.

—————————————

Caso não renove com a Inter, Paulo Roberto Santos, o “Luxemburgo do Interior”, seria um excelente nome para a Internacional. Conhece como poucos o futebol paulista e fez excelentes trabalhos, principalmente no Rio Claro e no São Bento.

—————————————

Concordei em quase 90% a seleção do Campeonato Paulista da Série A-2: Tomazella (Santo André); Rafael Ferro (Portuguesa Santista), Helinton (Santo André), Gilberto Alemão (XV de Piracicaba) e Bruno Recife (Água Santa); Marquinhos (Inter), Franco (Rio Claro), Christian (Santo André) e Chumbinho (Inter); cesinha (Juventus) e Alvinho (Água Santa). Técnico – Fernando Marchiori (Santo André).

—————————————

Acho que o lateral Jefferson Feijão (XV de Piracicaba), o meia Carlos Alberto (Portuguesa Santista) e o atacante Maykinho (Santo André) não poderiam ficar fora desta seleção. Jogaram absurdamente.

—————————————

Antes da Série A-2, a diretoria da Internacional apostou no marketing e acertou. Trouxe o volante França e fez sua apresentação no Shopping Nações. Repercutiu bastante na mídia.

—————————————

Para o Paulistão a tática deve ser repetida. Mas se eu fosse a diretoria leonina, desta vez apostava em um atacante veterano, que tenha um vasto currículo no futebol. Ou seja, um reforço que seria mais importante fora do que dentro de campo, para angariar fundos para o time, como por exemplo, na venda de camisas.

—————————————

Essa semana recebi uma informação de um empresário bastante conhecido no futebol, que é meu amigo faz tempo. Ele me disse que o staff do Adriano Imperador teria colocado o nome da Inter de Limeira em sua agenda após o acesso.

—————————————

Adriano Imperador quer disputar o Paulistão de 2020 e para ele, o “dinheiro” não seria tudo nesse momento. O goleador quer mesmo voltar a atuar. Aí está uma oportunidade de ouro para a Internacional. Acho que com um pouco de esforço, teríamos essa referência em Limeira.

—————————————

Numa dessas, a Internacional venderia, no mínimo, cinco mil camisas com o nome de Adriano nas costas. Ao preço de R$ 200, só aí já seriam R$ 100 mil. É para se pensar.

—————————————

A Inter fechou sua participação na Série A-2 com um aproveitamento de 47,6%. Em 21 jogos, venceu sete, empatou nove e perdeu cinco. Marcou 27 gols e sofreu os mesmos 27. Dos 63 pontos em disputa, conquistou 30.

—————————————

Reflexão: “enquanto andava com a gente, ganhava. Mudou de lado na hora decisiva, perdeu”. Tem muito disso no futebol.

—————————————

Vem aí a Copa Paulista. Todo mundo “desce a lenha” nessa competição. Eu gosto. Acho que ainda estou com a campanha de 2017 na cabeça. Naquele ano, ninguém da minha antiga equipe de rádio queria cobrir. Mas Tatinha Casagrande e João Vitor Fedato acreditaram em mim e estávamos certos. Leão chegou até a final e foi para a Copa do Brasil.

—————————————

Estreia da Inter será no dia 23 de junho, no Limeirão, contra o XV de Piracicaba. Leão terá um time bastante modesto para a competição.

—————————————

Ontem fez 50 anos que Pepe se despedia dos gramados. Foram 741 jogos e 403 gols marcados. Maior goleador do Santos, fora Pelé. Jogou no Peixe de 1954 a 1969. Esse é mito.

—————————————

Embalado pela vitória em Santa Bárbara d’Oeste, o Independente entra em campo nesta manhã diante do Rio Branco, no Décio Vitta. Acredito que seja o teste mais complicado do Galo até aqui.

—————————————

Gostaria muito de ver Independente e Rio Branco subindo para a Série A-3. Aliás, o Tigre, time que mais revelou jogadores para o futebol brasileiro, não merece estar na última divisão. Quem sabe os dois subam.

—————————————

Léo Mendes, Wagner Rodrigues e Tubarão são os escalados por mim para a transmissão desta partida. Pimbaaaaaaa neles Galo! Pimbaaaaaa neles Baratinha.

—————————————

Que humildade do meia-atacante Lucas Marques. O “japinha” está jogando demais no Independente e merecidamente, entrou para a história como o autor do gol mais rápido do Galo, com 15 segundos. Bom menino.

—————————————

Lucas Marques se destaca no Independente pela raça. Mas tem uma explicação. A temporada que passou no futebol argentino, defendendo o Club Deportivo Español o fez muito bem. Ele me contou que os hermanos priorizavam muito mais a parte física do que a técnica e tática. Sendo assim, ele trouxe esse espírito aguerrido para o Pradão. Show de bola!

—————————————

Se tudo ocorrer bem, o Campeonato Amador terá início dia 19 de junho. Será um dos melhores dos últimos tempos. Os times estão investindo pesado na aquisição de reforços.

—————————————

Aliás, a nova diretoria da Liga Desportiva Limeirense deve procurar o Dr Roberto Lucato para pedir a volta da Copa Gazeta, como nos moldes antigos, com dois grupos e cinco finais de semana. Seria sensacional. Vamos aguardar.

—————————————

Transmito hoje, a partir das 10h, no Jardim São Paulo, a final da Copa João Ferraz. Clássico entre Santa Cruz x Estoril. Estarei nessa ao lado de Tatinha Casagrande. Será um jogaço. O time da casa é o atual campeão.

—————————————

Tem início hoje a Copa dos Campeões do Amador. Destaque para o clássico Glorinense x Nova Itália no Gigantão do Cecap. Palmeirinha e Expansão fazem o outro confronto.

—————————————

Pé Quente. O norte-americano Don Polk, presidente da Maxion na América do Sul, esteve presente no Pradão e viu de perto sua empresa conquistar o título do 73º Torneio 1º de Maio após seis anos. Na finalíssima, vitória sobre a ZF por 1 a 0, gol do predestinado meia Vinícius.

—————————————

São Paulo pode repatriar o zagueiro Miranda após a Copa América. Seria uma ótima.

—————————————

Que gol de placa do elenco do Palmeiras hein? Show de bola visitar aquele garotinho com câncer no hospital. Foi de arrepiar.

—————————————

Gran São João movimentado ontem com o seminário do belga Junior Lefevre, um dos astros do karatê mundial. Dono de um cinturão negro do 6º Dan, Lefevre conquistou os títulos mundiais de 1996 e 1998, além de ser campeão europeu seis vezes (entre 1995 e 1999) por diferentes categorias.

—————————————

O Gran só foi escolhido como sede deste seminário pelas conquistas de sua equipe de karatê ao longo dos anos e porque seu treinador Alexandre Albino comanda a Seleção Paulista e a Seleção Brasileira há 18 anos.

—————————————

Comentei com o Dr Roberto Lucato essa semana. No dia da final em Santo André, minha equipe de transmissão ficou hospedada em São Paulo. Acordei às 6h para fazer minha caminhada. Andei uma hora pelas ruas da capital e o cenário foi desolador.

—————————————

Fiquei muito triste ao ver os inúmeros moradores de ruas, a maioria deles, africanos, descalços, fedidos e se cobrindo com papelão para escapar daquela manhã fria. As praças de São Paulo fedem urina. As ruas estão todas cheias de lixo. Que pena ver uma potência de cidade dessa forma. Não é possível que os políticos não façam nada para mudar esse quadro. Fui para Santo André arrasado com o que presenciei.

—————————————

Parabéns ao meu repórter Igor Sedano por mais um aniversário. Pense num menino espetacular, que faz bem para toda equipe. Eu sempre falo. É o novo Guina Polatto. Você já é uma realidade. Nem parece que está como repórter há poucos meses. Continue assim irmão. Você é Pimba!

—————————————
Fecho minha coluna mandando aquele abraço a querida Iracemápolis por mais um aniversário. Tenho grandes amigos nessa cidade. O principal deles é o assessor de imprensa da Internacional, João Vitor Fedato. Pimbaaaaaaa Iracemápolis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *