Adversário do Independente na estreia da 3ª fase, Amparo está invicto em casa

Por Edmar Ferreira

O Independente inicia amanhã sua participação na terceira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O Galo enfrenta o Amparo, às 15h, no estádio José Araújo Cintra.

O Independente caiu no chamado “Grupo da Morte”, com Amparo, Paulista de Jundiaí e Assisense.
O Amparo disputou 18 jogos até agora. Seu retrospecto é de sete vitórias, nove empates e duas derrotas. Marcou 36 gols e sofreu 17.

Como mandante, o adversário galista está invicto. Foram nove jogos, com cinco vitórias (entre elas diante do Paulista por 2 a 0) e quatro empates. Marcou 21 gols e sofreu apenas sete.

Como visitante foram outros novos jogos, com duas vitórias (entre elas sobre o XV de Jaú por 2 a 0), cinco empates e duas derrotas (para Paulista por 3 a 2 e Mauá por 2 a 1) . Marcou 15 gols e sofreu 10.

Na primeira fase o Amparo se classificou com a terceira melhor campanha do Grupo 5, com 21 pontos, atrás de Paulista com 29 e São José com 23.

Em 12 jogos, venceu cinco, empatou seis e perdeu apenas um. Marcou 31 gols e sofreu 14. Obteve 58,3% de aproveitamento.

Na segunda fase, o Amparo avançou em segundo lugar no Grupo 9, com nove pontos. Foram duas vitórias, três empates e uma derrota. Marcou cinco gols e sofreu três. Seu aproveitamento foi de 50%.

Independente

O Independente cresceu de produção na hora certa. Nos últimos 10 jogos, o Galo sofreu apenas três gols, curiosamente todos de pênalti. Técnico Jorge Parraga espera um aproveitamento melhor no ataque, que passou três dos seis jogos da segunda fase em branco.

O Independente avançou para a segunda fase apenas com a quarta melhor campanha do Grupo 3, com 19 pontos. Em 12 jogos, venceu seis, empatou um e perdeu cinco, ou seja, um aproveitamento de 52,8%. Marcou 21 gols e sofreu 11.

Mas o grande momento galista na competição foi na segunda fase, quando conquistou três vitórias e três empates. Venceu por exemplo a Francana nos dois jogos por 1 a 0. No total, marcou cinco gols e sofreu apenas um, do Andradina, na vitória por 3 a 1, em casa, que interrompeu uma sequência de 538 minutos de invencibilidade do goleiro Felipe. O aproveitamento foi de 66,7%.

Jogando no Pradão, o Independente venceu seis jogos, empatou um e perdeu duas vezes. Marcou 19 gols e sofreu cinco.

Já fora de casa foram três vitórias, três empates e três derrotas. Marcou sete gols e sofreu sete.

Campanha do Amparo:

Em casa:
5 x 0 Atlético de Mogi
3 x 0 União de Mogi
3 x 3 São José
2 x 2 Joseense
2 x 0 Paulista
5 x 0 Manthiqueira
1 x 0 Itararé
0 x 0 Mauá
0 x 0 XV de Jaú

Fora:
1 x 1 Joseense
2 x 3 Paulista
0 x 0 Manthiqueira
6 x 1 Atlético de Mogi
0 x 0 União de Mogi
2 x 2 São José
2 x 0 XV de Jaú
1 x 2 Mauá
1 x 1 Itararé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *