Categorias
Inter de Limeira

Melhor volante da Inter, Manguinha conta que fez o pior contrato, mas foi campeão

Redes Sociais Esportivas

Como já era esperado, Manguinha foi eleito o melhor volante da Inter de Limeira de 1975 (ano da volta ao profissionalismo) a 2020.

O campeão paulista de 1986 superou jogadores de peso como Pitico, Hélvio, Tornado, Elzo, Salomão, Nata e Marquinhos.

Em entrevista ao Pimba nos Esportes da Rádio Mix 770 AM, Manguinha afirmou que fez o pior contrato de sua vida com a Inter, mas que foi compensado com o título.

Foram 182 jogos e 2 gols, um deles de canela em Minas Gerais, como ele explica na entrevista. E disse que só não marcou mais, porque Pepe não o deixava ir ao ataque, mesmo com boa estatura.

Antes de defender o Leão, o moço de Bragança Paulista foi campeão brasileiro em 1978 defendendo o Guarani.

Manguinha fala com carinho dos meios de campo que jogou na Inter, Guarani e no Marília.

Também lembrou do Náutico, onde foi muito feliz.

Mas também relembrou o dia, em que sem querer, nocauteou o árbitro Luiz Carlos Félix com uma cotovelada, quando atendia o companheiro Albéris, que estava lesionado em campo.

Félix quase desmaiou e precisou ser substituído pelo quarto árbitro. Na segunda-feira, Manguinha foi ao hospital, onde o árbitro foi operado em razão de um afundamento.

Foi justamente em uma final contra o Santa Cruz.

Hoje, proprietário de quadras society em Bragança, Manguinha, que tem dois filhos que nasceram em Limeira, comenta também a frase do técnico Pepe, que afirmou que ele era melhor até que Clodoaldo.

Para fechar, Manguinha, que é avô da Laura, pediu para a diretoria leonina reunir os ex-jogadores para uma confraternização.

Acompanhe a entrevista.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Patrocinado por Agência M9

Propagandas | Propagandas para Rede Social | Criação de Logotipos | Propagandas para Lanchonetes | Propagandas para Oficinas Mecânicas

Propagandas e Notícias