Categorias
Inter de Limeira

Luizinho Vieira relembra passagem pela Inter de Limeira e elogia atacante Lucas Braga

Redes Sociais Esportivas

Prestes a colocar o Volta Redonda nas semifinais da Taça Rio, eliminando o Vasco da Gana, o técnico Luizinho Vieira nos concedeu uma entrevista muito bacana no Pimba nos Esportes da Rádio Mix 770 AM.

Como jogador, o camisa 10 brilhou na Inter de Limeira em 2001. Relembrou o empate contra o São Paulo por 2 a 2, no Limeirão, quando marcou um gol de falta em Rogério Ceni aos 49 minutos do segundo tempo. Luizinho disse que tem um carinho muito especial por Limeira e pela Inter.

No domingo, o Volta Redonda venceu o Fluminense por 3 a 0, na reestreia do centroavante Fred. Se vencer o Resende, esta noite no Maracanã, o Voltaço elimina o Vasco da Gama e avança para as semifinais.

Luizinho Vieira jogou naquele bom time da Inter de Limeira de 2001. A base tinha: Nilson, Vitor, Lica, Marcelo Heleno e Edílson; Ramalho, Pintado, Emerson e Luizinho Vieira; Paulinho e Alex Rossi.

Ainda tinham no elenco jogadores como Edmilson (a bomba do Pântano), Galego, Lúcio, Caio e Valdir Todinho. Naquele ano a Inter teve dois técnicos: Sérgio Ramirez e Luis Carlos Ferreira.

Na entrevista, Luizinho Vieira disse que era obcecado pela bola parada e por isso, marcou muitos gols de falta na carreira.

Para completar, rasgou elogios ao atacante Lucas Braga, hoje titular da Inter de Limeira. Os dois trabalharam juntos no Luverdense.

“O Lucas Braga não é um jogador de futebol. Ele é um atleta. Se prepara muito. Se dedica. Sabe o que quer para a carreira. Esse menino vai longe. E olha que me considero um técnico chato e cobro muito dos meus jogadores. Mas o Lucas Braga é fora da série”.

Acompanhe a entrevista no Pimba nos Esportes:

Internacional 2 x 2 São Paulo
Gols – França aos 42 e Renatinho aos 43 (SP); Lúcio aos 45 e Luizinho aos 49 minutos do 2º tempo (I)
Local – Estádio Major José Levy Sobrinho
Data – 10/02/2001
Árbitros – Paulo César de Oliveira e Sílvio César Talarico
Público e Renda – Não divulgados
Internacional – Nilson; Marco Antônio (Marlon), Ramalho, Edmilson e Galego; Valdir (Dirlei), Emerson, Luizinho Vieira e Everaldo (Hilton); Alex Rossi e Lúcio. Técnico – Sérgio Ramirez.
São Paulo – Rogério Ceni; Beletti, Reginaldo Cachorrão, Rogério Pinheiro (Kaká) e Gustavo Nery; Wilson, Alexandre, Júlio Baptista (Jean) e Carlos Miguel (Reginaldo Araújo); Renatinho e França. Técnico – Oswaldo Alvarez (Vadão).
Ocorrências – Cartões vermelhos para Galego e Emerson (I) e Reginaldo Cachorrão (SP); amarelos para Ramalho, Valdir e Hilton (I), Gustavo Nery e Alexandre (SP).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •