Categorias
Inter de Limeira

Jogador da Inter lembra o dia em que foi reverenciado pela lenda Rummenigge

Redes Sociais Esportivas

De contrato renovado com a Inter de Limeira, o volante Roger Bernardo contou a sua experiência de ter jogado vários anos na Alemanha.

Foi uma entrevista bacana no Pimba nos Esportes da Rádio Mix 770 AM.
O jogador falou da família, dos elogios que recebeu na Europa e porque não se naturalizou alemão.

Também lembrou o dia que ganhou um troféu da Fifa por melhor zagueiro da semana na Europa e do elogio que recebeu da lenda alemã Rummenigge

Carreira

Roger Bernardo disputou a Série A-2 e a Copa Paulista do ano passado pelo Rio Claro FC. Começou como volante no Azulão e terminou como zagueiro.

O jogador nasceu em Rio Claro e começou as categorias de base do União São João de Araras, onde ficou por três anos.

Com 18 anos, foi para a Alemanha defender o Arminia Bielefeld, da Segunda Divisão. Porém, foram apenas seis meses, uma vez que o Palmeiras o contratou.

Durante seus quatro anos no Verdão, disputou 24 partidas, 20 delas pelo Campeonato Brasileiro.

Roger passou, durante este período, por uma série de empréstimos, defendendo Santo André, América, Ponte Preta, Juventude e Guarani.

Foi vendido ao Figueirense em 2008, onde ficou por um ano. Roger voltou em seguida para a Alemanha, onde vestiu a camisa do Energie Cottbus. Após uma primeira temporada prejudicada por lesões, conseguiu se firmar no time. Disputou 68 partidas durante seus três anos no clube, marcando um gol.

No início da temporada 2012/13, Roger Bernardo se transferiu para o Ingolstadt. Em cinco anos no clube, disputou 154 partidas e marcou dois gols. Foi o líder no acesso inédito da sua equipe para a Bundesliga.

Em janeiro de 2017, o Atlético Mineiro anunciou a sua contratação junto ao Ingolstadt e ele se juntou ao clube em junho, após o fim da temporada europeia. Em maio de 2018, rescindiu seu contrato com o Galo e foi para o Hapoel Tel Aviv FC. Seus últimos dois clubes foram o Villa Nova-MG e o Rio Claro.

Acompanhe a entrevista com Roger Bernardo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •