Categorias
Inter de Limeira

Murilo Rangel promete aprimorar faltas antes do retorno do Paulistão

Redes Sociais Esportivas

Especialista na bola parada, Murilo Rangel afirmou, em entrevista ao Pimba nos Esportes da Rádio Mix 770 AM, que vai intensificar as cobranças de falta nos próximos treinamentos para que a Inter tenha mais essa possibilidade de decidir as partidas finais.

Foi assim na vitória de virada diante da Ponte Preta, por 2 a 1, no Limeirão, quando o meia cobrou uma falta de forma magistral, garantindo os três preciosos pontos para o Leão. E o primeiro gol também foi ele.

“Para você ter um bom aproveitamento da bola parada é preciso repetição. Os grandes cobradores treinam em exaustão. No basquete o Oscar Schmidt sempre falava sobre isso”, frisou.

Em razão da pandemia do novo coronavírus, os jogadores usaram o período de quase 100 dias somente para manter o condicionamento físico, com a orientação do preparador Luiz Fernando Bergamin.

O limeirense, artilheiro do time no Estadual com três gols, disse que será normal os jogadores terem dificuldade neste retorno, até pelo longo tempo parado.

“O ritmo de jogo é completamente diferente de um treino. A exigência é muito maior. Mas tenho certeza que nosso grupo estará pronto para o dia 22”, afirmou.

Murilo Rangel se lesionou no final da partida contra o Corinthians, na vitória por 1 a 0, em plena Arena Itaquera. Curiosamente, sem o titular da camisa 10 em campo, o Leão perdeu os três jogos seguintes, para Santo André (1 x 0), Botafogo (2 x 1) e Novorizontino (1 x 0).

O meia retornou com o Água Santa e marcou, de pênalti, o gol no empate por 1 a 1, em Diadema. Já contra o Palmeiras, Murilo Rangel se movimentou bastante e teve inclusive uma chance de marcar no primeiro tempo. O empate por 0 a 0 acabou sendo considerado altamente positivo para o alvinegro, que deu mais um importante passo para permanecer na divisão.

O meia, que passou a ser o único armador de ofício do time em razão da transferência de Thomaz para o Operário/PR, só lamentou a possibilidade do jogo contra o Oeste não ser no Limeirão, em razão da cidade estar com a bandeira vermelha por conta do aumento de casos do novo coronavírus.

“Por mais que seja sem torcida, estamos acostumados com o Limeirão. É a nossa casa. Mas temos que encarar o Oeste em qualquer campo que for e vencer”, salientou.

Murilo afirmou que o elenco pensa, única e exclusivamente, na classificação, deixando a palavra rebaixamento de lado.

“Temos a consciência que se vencermos o Oeste estaremos no páreo por uma vaga nas quartas de final. Nesse caso decidiremos nossa sorte em Araraquara. Temos que pensar em um jogo de cada vez”, justificou.

Os jogadores da Internacional brincam com o limeirense, que de máscara, lembra uma tartaruga ninja. “Esse apelido vem desde o Paraná Clube. Uma hora eu era o Michelangelo. Na outra o Donatelo. Mas é uma brincadeira sadia”, completou.

Acompanhe a entrevista com Murilo Rangel no Pimba nos Esportes:

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •