Categorias
Inter de Limeira

Inter de Limeira acredita que duas vitórias poderão lhe render uma vaga na Série D

Redes Sociais Esportivas

Um olho no peixe, outro no gato. Será assim para a Internacional nas duas rodadas finais do Campeonato Paulista.

O primeiro passo, obviamente, é garantir a permanência na divisão de elite para 2021. Sendo assim, o Leão teria que somar apenas um ponto nos dois jogos que lhe restam.

O segundo objetivo seria tomar a vice-liderança do Grupo C, que hoje pertence ao Mirassol, para ter a oportunidade de enfrentar o São Paulo nas quartas de final, em jogo único no Morumbi.

Para que isso aconteça, o time comandado por Elano Blumer, que hoje tem 11 pontos, teria que vencer o Oeste como mandante (local ainda não foi definido) e a Ferroviária, em Araraquara.

Além disso, o Mirassol, que soma 16 pontos e perdeu seus principais jogadores para a Ponte Preta nesta pandemia do novo coronavírus, teria que somar apenas um ponto nos dois jogos que lhe restam, contra Água Santa, em Diadema e diante da própria Macaca, como mandante, naquele que promete ser o “jogo da vida” para o time campineiro, que corre um sério risco de rebaixamento.

O terceiro objetivo seria beliscar uma vaga na Série D. A última vez que o Leão disputou um Campeonato Brasileiro foi em 2003, quando foi eliminado pelo União Bandeirante no mata-mata da Série C.

Nesse caso, a Internacional teria que fechar a primeira fase do Paulistão entre os três primeiros colocados, dentre as equipes que não tem vaga garantida em nenhuma divisão do Campeonato Brasileiro.

Hoje, estariam na Série D de 2021: Santo André (19 pontos – já garantido), Mirassol (16 pontos, 4 vitórias e saldo de 6) e Novorizontino (16 pontos, 3 vitórias e saldo de 5).

A Internacional só teria a chance de ultrapassar Mirassol e Novorizontino. Para isso, teria que ganhar do Oeste e da Ferroviária, chegando aos 17 pontos e com 5 vitórias.

Além disso, teria que torcer para que Mirassol ou Novorizontino façam, no máximo, um ponto em dois jogos. Sendo assim, o primeiro critério de desempate, que é o número de vitórias, colocaria a Inter novamente no cenário nacional. A Veterana teria uma vitória a mais que o Mirassol e duas a mais que o time de Novo Horizonte.

O Novorizontino por exemplo, enfrenta a Ponte Preta, fora de casa, e fecha esta fase diante do Santos, como mandante. São dois jogos dificílimos. É por isso, que a Inter segue acreditando nessa possibilidade de vaga.

Vila Belmiro vetada para a Inter

A Inter de Limeira teve seu pedido negado pela diretoria do Santos para enfrentar o Oeste, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 11ª rodada do Paulistão, na próxima quarta-feira.

Segundo o setorista Igor Sedano, o presidente José Carlos Perez teria dado sinal positivo para Elano Blumer, um dos maiores ídolos do Peixe. Porém, a atual gestão do estádio, comandada por Matheus Rodrigues, vetou qualquer partida da Inter no estádio.

A alegação pelo veto, segundo Sedano, foi que não teria tempo hábil para fazer a montagem de equipamentos para o jogo e também afetaria a partida do time da casa contra o Santo André. Outro fator, que o estádio está com reformas ao seu redor.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •