Categorias
Inter de Limeira

Inter de Limeira vence Oeste, se garante na elite e busca classificação

Redes Sociais Esportivas

A Internacional conquistou seu primeiro objetivo neste Paulistão: garantiu presença na divisão de elite em 2021. Ontem, na Arena Corinthians, venceu o Oeste por 2 a 1 e chegou aos 14 pontos no Grupo C. Ou seja, não poderá ser mais alcançada pelos rivais que ocupam a zona do rebaixamento.

Agora o foco é outro: garantir uma vaga nas quartas de final para enfrentar o São Paulo, na capital. Para isso, terá que vencer a Ferroviária, domingo às 16h, no Morumbi e ainda torcer para a Ponte Preta derrotar o Mirassol, em São Bernardo do Campo.

Caso não conquiste a classificação, a Inter poderá beliscar uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro. Para isso, teria que vencer a Ferroviária e torcer para o Novorizontino não derrotar o Santos, na Arena Corinthians.

A Inter foi cirúrgica ontem em São Paulo. Sem João Victor e Thomaz, que foram embora, Elano Blumer não inventou e optou por três volantes e deixou Murilo Rangel livre para armar.

Logo aos 45 segundos, Rafael Pin fez uma grande defesa em seu canto esquerdo, ao espalmar um chute cheio de curva do centroavante Bruno Paraíba.

Foi o cartão de visita do time de Barueri, que vinha de duas vitórias consecutivas. O zagueiro Lídio, com um profundo corte no supercílio após choque com seu companheiro Roberto, precisou ser substituído no início.

Aos 28 minutos do primeiro tempo, Elácio Córdoba bateu cruzado da direita e o goleiro Caíque França mandou para escanteio. Na cobrança, o colombiano tocou curto para Geovane, que levantou para a área. Mas o meia Fabrício Oya, que pertence ao Corinthians, cortou com a mão. Pênalti bem marcado pelo árbitro Márcio Henrique de Gois.

O artilheiro Murilo Rangel cobrou forte, do lado esquerdo e no alto, sem chances para o goleiro: 1 a 0. Foi seu segundo gol de pênalti no Paulistão e o quarto com a camisa da Inter.

Tcharlles quase marcou o segundo, quando partiu em velocidade em um contra-ataque e mandou na trave. O Oeste não incomodava Rafael Pin, mas explorava o jogo aéreo, sem sucesso.

A Inter voltou bem para o segundo tempo e aos 17 minutos, Elácio Córdoba acionou Lucas Braga pela direita. O rápido atacante entrou na área driblando e marcou o segundo gol leonino, graças ao desvio no zagueiro: 2 a 0. Foi o primeiro gol do jogador do Santos com a camisa alvinegra.

O Oeste assustou aos 18, quando Fabrício Oya recebeu de Mantuan e carimbou a trave de Rafael Pin. A Inter passou a jogar fechadinha, só vendo o time de Barueri dominar as ações. Até que aos 42, após cruzamento de Salomão, Bruno Paraíba escorou bonito para descontar e colocar fogo no jogo: 2 a 1.

Os minutos finais foram dramáticos para a Inter, que com muita competência, garantiu a vitória do “fico”.

*** Fotos – Rodrigo Corsi/FPF

Internacional 2 x 1 Oeste
Gols – Murilo Rangel, de pênalti, aos 28 minutos do 1º tempo e Lucas Braga aos 17 do 2º tempo (IN); Bruno Paraíba aos 42 minutos do 2º tempo (OES)
Local – Arena Corinthians
Árbitro – Márcio Henrique de Gois
Internacional – Rafael Pin; Elácio Córdoba, Oliveira, Jean Pablo e Jonathan; Marquinhos, Geovane (Recife), Róger Bernardo e Murilo Rangel (Matheus Neris); Tcharlles e Lucas Braga. Técnico – Elano Blumer.
Oeste – Caíque França; Éder Sciola, Sidmar, Lídio (Bruno Bispo) e Salomão; Mantuan, Betinho (Tite), Roberto (Marllon) e Fabrício Oya (João Paulo); Bruno Paraíba e Bruno Lopes (Cauã Jesus). Técnico – Renan Freitas.
Ocorrências – cartões amarelos para Elácio Córdoba (3º) e Geovane (3º) (IN)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •