Categorias
Inter de Limeira

Inter de Limeira vence a Ferroviária e avança no Troféu do Interior

Redes Sociais Esportivas

Bem postada na defesa, com Rafael Pin sem fazer uma defesa sequer e com um ataque letal, a Internacional venceu a Ferroviária, em plena Arena Fonte Luminosa, por 2 a 0 e desta forma, avançou para as semifinais do Troféu do Interior, que vale vaga para a Copa do Brasil.

A Inter de ontem não foi nem sombra do time que perdeu para a própria Ferroviária, domingo no Morumbi, por 2 a 0, pela última rodada da fase de classificação.

Com os retornos de Elácio Córdoba e Geovane, Elano Blumer colocou Roger Bernardo na zaga no lugar de Oliveira e manteve o velocista Airton no ataque, ou seja, no 4-3-3.

E desta vez, as mudanças surtiram efeito e o esquema tático deu resultado.
O forte calor, de 32 graus, diminuiu o ritmo do jogo nos primeiros minutos. Poucas chances foram criadas. Os goleiros foram meros espectadores.

Na primeira vez que chegou ao ataque, a Inter abriu o placar. Aos 38 minutos, Murilo Rangel serviu Tcharlles, que abriu na direita para Airton. O ex-atacante do Palmeiras bateu cruzado e o volante Tony, no carrinho, marcou contra: 1 x 0.

Mas a Inter queria mais e na saída errada da defesa grená, Airton disparou pela direita e tocou por cima do goleiro Saulo. A bola encontrou a cabeça de Murilo Rangel, que marcou seu quinto gol na competição. Festa do artilheiro limeirense em Araraquara.

A Inter voltou para o segundo tempo sem o lateral Jonathan, que saiu machucado após choque de cabeça com Bruno Mezenga. Balardin foi o escolhido.

Na base dos contra-ataques, a Inter perdeu inúmeras oportunidades. Poderia até ter goleado o adversário.

Tcharlles, que está sendo emprestado para o Remo para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro, teve a chance de marcar aos 7 e aos 9, mas mandou ambas para fora.

Aos 12, em um recuo curto de Anderson Salles, Airton saiu na cara do gol, mas Saulo desviou. A sobra ficou com Tcharlles, que exigiu uma excelente defesa do arqueiro da Ferrinha.

Aos 15, o time da casa teve sua única chance em todo jogo, quando Felipe Estrella recebeu de Higor na área e mandou para fora, assustando Pin.

A Inter se fechou e ainda criou uma oportunidade aos 18, quando Tcharlles ajeitou para a finalização de Murilo Rangel para fora.

Da metade da etapa complementar em diante, a Inter se fechou, cadenciou o jogo e esperou o tempo passar, sem ser ameaçada.

A Inter enfrentará o Guarani na próxima fase.

Ficha Técnica

Ferroviária 0 x 2 Internacional

Gols – Tony, contra, aos 38 e Murilo Rangel aos 44 minutos do primeiro tempo.
Local – Arena Fonte Luminosa, em Araraquara
Árbitro – Leandro Carvalho da Silva
Internacional – Rafael Pin; Elácio Córdoba, Roger Bernardo, Jean Pablo e Jonathan (Balardin); Geovane, Marquinhos (Matheus Neris) e Murilo Rangel (Recife); Airton, Tcharlles e Lucas Braga. Técnico – Elano Blumer.
Ferroviária – Saulo; Lucas Mendes (Marquinhos), Anderson Salles, Max e Bruno Recife; Tony, Higor Meritão (Túlio Renan) e Felipe Matheus (Salomão) e Joninha (Felipe Estrella); Higor (Karl) e Bruno Mezenga. Técnico – Dado Cavalcanti.
Ocorrências – cartões amarelos para Marquinhos e Roger Bernardo (IN).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •