Categorias
Inter de Limeira

Inter de Limeira perde para o Guarani e da adeus ao Troféu do Interior

Redes Sociais Esportivas

Terminou ontem a participação da Inter de Limeira no Campeonato Paulista. Jogando na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, o Leão perdeu de virada para o Guarani por 2 a 1 e foi eliminado nas semifinais do Troféu do Interior, que vale premiação em dinheiro e vaga na Copa do Brasil.

Em relação ao time que venceu a Ferroviária na fase anterior por 2 a 0, Elano Blumer perdeu o volante Marquinhos, emprestado ao CSA. O treinador optou por Matheus Neris.

Já o Bugre, que não vencia há três jogos, repetiu a escalação do empate com o Ituano por 1 a 1.

A Inter fez um bom primeiro tempo. Tinha a motivação natural por ter tomado uma goleada do rival na abertura do Estadual.

Aos 19, o lateral colombiano Elácio Córdoba cortou seu marcador e bateu forte de fora da área para a defesa de Jefferson Paulino.

A resposta alviverde veio no minuto seguinte, quando Bidu recebeu lançamento nas costas de Elácio Córdoba e mandou forte para uma defesa difícil de Rafael Pin.

Não demorou muito para o Leão abrir o placar. Aos 23 minutos, na cobrança de escanteio de Jonathan, o aniversariante Murilo Rangel marcou de cabeça. Foi seu sexto gol na competição.

O mesmo Murilo Rangel quase ampliou aos 40, quando cobrou uma falta pela meia-direita e acertou o travessão bugrino, após desvio na barreira.
Aos 43, Rafael Pin espalmou uma falta cobrada por Arthur Rezende pela esquerda.

Aos 46, Tcharlles criou boa oportunidade, porém finalizou para fora.
No segundo tempo, a Inter não soube explorar os contra-ataques. Aos 15, Júnior Todinho acionou Waguininho e quando o atacante se preparava para finalizar, o volante Geovane tentou cortar e marcou um gol contra, surpreendendo Rafael Pin: 1 a 1.

A Inter sofreu um apagão e tomou o segundo um minuto depois. No passe de Pablo na direita, Lucas Crispim cruzou rasteiro para o gol de Waguininho: 2 a 1.

A Inter quase empatou aos 24, quando Balardin, que tinha acabado de entrar no lugar de Jonathan, cruzou da esquerda para a batida de Tcharlles. O goleiro Jefferson Paulino praticou um milagre em seu canto direito.
A resposta bugrina veio aos 31, quando Júnior Todinho levantou para Waguininho, que livre de marcação, escorou para fora.

Aos 38, o apagado Airton, eleito o melhor em campo nos últimos jogos, teve sua única chance, quando mandou um tubaço no travessão.

A Inter tentou um abafa nos minutos finais, mas perdeu Balardin, que recebeu o cartão vermelho por chutar Lucas Abreu no chão.

O Guarani só não marcou o terceiro aos 52, porque Rafael Pin fez um milagre ao evitar o gol de Júnior Todinho. Final, Guarani 2 x 1 Inter. Leão vai se preparar agora para a Copa Paulista, que terá início em setembro.

Internacional 1 x 2 Guarani

Gols – Murilo Rangel aos 23 minutos do primeiro tempo (IN); Geovane (contra) aos 15 e Waguininho aos 17 minutos do segundo tempo (GUA)
Local – Arena Fonte Luminosa, em Araraquara
Árbitro – Lucas Canetto Belotte
Internacional – Rafael Pin; Elácio Córdoba (Everton Sena), Roger Bernardo, Jean Pablo e Jonathan (Balardin); Geovane (Hiago Ramiro), Matheus Neris (Recife) e Murilo Rangel; Airton, Tcharlles e Lucas Braga. Técnico – Elano Blumer.
Guarani – Jeferson Paulino; Pablo (Walter), Romércio, Bruno Silva e Bidu; Deivit (Marcelo), Eduardo Person (Lucas Abreu), Arthur Rezende e Lucas Crispim (Elias Carioca); Waguininho (Bruno Sávio) e Júnior Todinho. Técnico – Thiago Carpini.
Ocorrências – cartão vermelho para Balardin (IN) e amarelos para Geovane e Elácio Cordoba (IN), Romércio, Arthur Rezende, Thiago Carpini e Lucas Abreu (GUA).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •