Categorias
Grandes de SP

Números de Palmeiras e Corinthians

Redes Sociais Esportivas

Será o oitavo confronto entre os rivais no Allianz Parque. O Corinthians está em vantagem com quatro vitórias, contra duas do Palmeiras, além de um empate.

Palmeiras e Corinthians decidiram 11 campeonatos na história. O Verdão conquistou oito títulos em cima do rival: Paulistão de 1936, 1938, 1974 e 1993, Brasileirão de 1994 e o Torneio Rio-São de 1951 e 1993.

O Timão foi campeão em cima do rival em três Paulistas: 1995, 1999 e 2018.

Ademir da Guia foi o jogador palmeirense que mais jogou este dérbi, com 59 jogos. Pelo lado do Corinthians foi o atacante Cláudio, com 51 clássicos.

Aliás, Cláudio é o maior artilheiro do Timão contra o Palmeiras com 21 gols. Já Heitor é o maior carrasco do alvinegro com 17 gols pelo alviverde.

Romarinho é o maior artilheiro do duelo neste século com cinco jogos em cinco jogos.

Corinthians e Palmeiras já se enfrentaram 365 vezes na história. São 128 vitórias alvinegras, 127 alviverdes e outros 110 empates. Timão marcou 484 gols e o Verdão 518.

Jogo:

Palmeiras e Corinthians decidem hoje, às 16h30, no Allianz Parque, o título do Campeonato Paulista. No primeiro duelo, os rivais ficaram no empate sem gols em Itaquera. Ninguém tem vantagem e um novo empate levará a decisão para as penalidades máximas.

Há dois anos o alvinegro conquistou o título nos pênaltis em cima do próprio Palmeiras, em pleno Allianz Parque.

O Palmeiras não venceu nenhum dos quatro clássicos desse ano e ainda por cima não marcou gol. O Verdão espera acabar com o jejum de 12 anos sem título no Estadual. O último foi em 2008, justamente com Vanderlei Luxemburgo no comando.

A principal novidade do Verdão é o zagueiro Felipe Melo, recuperado de lesão na coxa. O capitão assume o lugar de Luan, formando dupla de zaga com Gustavo Gómez.

O Palmeiras terminou a primeira fase do Paulistão na liderança do Grupo B. Somente na última rodada conseguiu superar o Santo André, pois venceu o Água Santa, de virada, por 2 a 1 e contou com o tropeço do Ramalhão para o Ituano por 3 a 1.

Nas quartas de final, o Verdão passou pelo Santo André, com uma vitória por 2 a 0. Já nas semifinais, derrotou a Ponte Preta por 1 a 0, gol do novato Patrick de Paula.

O Corinthians repetirá pela terceira vez a escalação. Tiago Nunes elogiou o comportamento do time no primeiro jogo da final. Graças as boas defesas do goleiro Weverton, o Timão não venceu.

Atual tricampeão, o Corinthians poderá fazer história esta tarde, igualando o tetra do Paulistano nas décadas de dez e vinte.

O Corinthians chegou a ser ameaçado até pelo rebaixamento, porém engatou uma sequência impressionante de vitórias e ainda contou com uma “ajudinha” do São Paulo.

No retorno do Paulistão, o Corinthians dependia de um milagre para se classificar. Teria que vencer os dois jogos e ainda por cima, torcer para que o Guarani perdesse os dois confrontos. E não é que deu certo.

O time comandado por Tiago Nunes derrotou o Palmeiras por 1 a 0, gol de Gil, em sua arena e o Oeste por 2 a 0, em Barueri. Já o Bugre perdeu para o Botafogo por 2 a 0 e para o São Paulo por 3 a 1.

Nas quartas de final o Corinthians cruzou com o time de melhor campanha na primeira fase e passou. Vitória sobre o Red Bull Bragantino por 2 a 0, gols de Ederson e Jô.

Nas semifinais, outro time do interior, o Mirassol. O Timão venceu por 1 a 0, gol de Ederson.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •