Categorias
Independente

Independente faz clássico regional hoje

Redes Sociais Esportivas


Motivação e confiança. Essas duas palavras estarão ao lado do Independente esta tarde pela segunda rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O Galo enfrenta o Rio Branco, às 15h, no Décio Vitta, em Americana.

A boa vitória diante do União Barbarense por 2 a 1, domingo no Pradão, levantou o moral dos galistas. Na reapresentação, o clima era de muita descontração, afinal de contas, largar na frente em uma competição de tiro curto é de fundamental importância.

Sandro Gomes sabe das dificuldades que terá hoje, ainda mais que o Rio Branco é comandado por um velho conhecido da torcida galista: Jorge Parraga. E olha que o professor levou mais de 50% do elenco limeirense para Americana.

Jogadores como o goleiro Felipe, o lateral Gabriel, os zagueiros Eduardo Britto e Esaul, o volante Gustavo Gomes e o atacante Higor Baratinha, que foram muito bem na Segundona do ano passado pelo Galo, estarão em campo, agora do outro lado.

Como o grupo é de cinco times, o Rio Branco folgou no fim de semana e faz a sua estreia. Até por sua tradição – é o time que mais revelou jogadores na história do futebol brasileiro – o Tigre sempre entra nas competições que participa como favorito.

Três jogadores que participaram da estreia foram vetados no Independente, são eles os zagueiros Michel e Marcos e o lateral-esquerdo Gustavo. O lateral-direito Renato, que também saiu machucado, tem condições de jogo, mas será substituído por Didi.

Os volantes Pedro e Vinícius e o goleador Santana foram regularizados na Federação Paulista de Futebol e vão estrear. Anjinho e Nilson Jr vão para o banco de reservas.

O Independente não vence o Rio Branco no Décio Vitta há cinco anos. A última vitória foi registrada no dia 21 de março de 2015, pela Série A-2 do Campeonato Paulista. Com gols de Jow e Lucas Xavier, o time de Álvaro Gaia derrotou o Tigre por 2 a 1.

No mesmo ano foram mais dois confrontos pela Copa Paulista. No primeiro turno, em 25 de julho, os rivais ficaram no 2 a 2, no Pradão. Americano e Xandão marcaram para o Galo, enquanto Agenor anotou os dois gols do Tigre, ambos em cobrança de pênalti.

No returno, em 29 de agosto em Americana, o Rio Branco não tomou conhecimento do Independente e goleou por 3 a 0, com direito a três gols do atacante Joãozinho, fazendo prevalecer a famosa lei do ex.

Em 2016, novamente pela Série A-2, os times ficaram no 0 a 0, no Pradão, no dia 3 de abril.

No ano passado, os rivais cairam no mesmo grupo na Segundona. Cada time levou a melhor na sua casa. No primeiro turno, em 5 de maio, o Rio Branco venceu por 1 a 0, no Décio Vitta, gol de pênalti de Rafael Cursino. Os galistas reclamaram demais desta marcação.

Na volta, no Pradão, o Independente venceu por 2 a 0, gols de Lucas Mineiro e Marcinho.

Rio Branco x Independente
Rio Branco – Felipe Ramos; Gabriel, Crepaldi, Eduardo Britto e Leandro; Esaul, Matheus, Hernandes e Gustavo Gomes; Thiago e Brendon. Técnico – Jorge Parraga.
Independente – Diego; Didi, Léo Santos, Neto e Danilo; Marcelo, Pedro, Vinícius e Matheus Petrúlio; Santana e João Victor. Técnico – Sandro Gomes.
Árbitro – Humberto José Júnior
Auxiliares – Marcos Régis Vasconcelos e Gustavo Itamar de Oliveira
Local – Estádio Décio Vitta, em Americana, às 15h.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •