Categorias
Perdas

Morre aos 45 anos o maior ídolo do Guaratinguetá

Redes Sociais Esportivas

Carlos Gilberto Fantini, o Nenê, maior ídolo da história do Guaratinguetá, morreu aos 45 anos, vítima de um infarto fulminante.

O jogador esteve presente em quase todas as conquistas recentes do Guaratinguetá. Era o cobrador de faltas do clube e decidiu inúmeras partidas. Foram 15 gols pelo time do Vale do Paraíba.

Passou também por Santo André, São Bento, Ponte Preta, Paulista, São Bernardo, Taubaté, Figueirense, São Raimundo, Cuiabá e Caxias.

Ganhou o apelido de Pé de Anjo, em alusão a Marcelinho Carioca. Seu principal gol pelo Guaratinguetá foi o da final do Torneio do Interior de 2007 contra o Noroeste, em Bauru.

Em 2008, o meia foi peça chave da equipe que terminou o Paulistão na liderança e foi semifinalista.

Nenê também foi decisivo no acesso do Guará a Série A-1 em 2006 e a para a Série B do Campeonato Brasileiro em 2009.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •